Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Seus pensamentos e hábitos definem seu futuro
| Foto: Pixabay

No geral, as pessoas decidem mostrar suas qualidades, as conquistas e feitos. Dificilmente alguém expõe um momento ruim ou de fragilidade, principalmente nas redes sociais. Mas fato é que para se tornar a pessoa que deseja ser, precisará “abrir a caixa de pandora” e se deparar com o outro lado também.

Você se conhece? Quais são seus defeitos? Seus medos? Suas dúvidas e incertezas? O autoconhecimento é um processo que identifica padrões de pensamento e hábitos pessoais. Aprender a identificar, a fazer reflexões e a meditar pode ajudar e muito a mudar o rumo da sua vida – em todos os sentidos.

Infelizmente, na vida e no mundo dos negócios, muita gente acaba “ligando o automático” e se esquecem de pensar no que estão fazendo, e principalmente o que desejam a médio e longo prazo.

As consequências deste piloto automático são drásticas. Recentemente a Covid-19 chegou para mostrar isso, dentre tantas outras coisas. Mas são os pensamentos e principalmente as ações - que por consequência criam os hábitos - que definem quem você realmente é.

Não perca tempo tentando argumentar que os outros estão equivocados sobre algo ou sobre você. A única coisa que pode fazer as pessoas mudarem de opinião são os resultados. Aliás, você nunca será unanimidade, seja para o lado bom ou ruim. Mas, se precisar argumentar, faça isso apenas com os interessados, pois com os amigos não precisa, e aos inimigos, não adianta.

Uma frase que eu gosto muito que diz que “as pessoas não decidem seu futuro, elas decidem seus hábitos, e seus hábitos decidem seu futuro”. A frase é do Frederick Matthias Alexander, um ator australiano que desenvolveu uma técnica educacional que hoje é denominada técnica de Alexander. Ela é baseada basicamente na correção da postura.

Eu acredito que partir do momento em que você transforma seus pensamentos em ações e que elas se tornam um hábito na sua vida, consequentemente alcançará o que deseja porque passa a fazer parte da sua realidade e dia a dia.

Um exemplo prático do que estou dizendo: se você quer alcançar a independência financeira e uma aposentadoria mais tranquila mas resolve, na prática, aproveitar todas as promoções da Black Friday e de passagens aéreas para viajar para lugares que você não precisa, fazer compras parceladas até do supermercado e do posto de gasolina e não investir um centavo sequer em investimentos, você estará optando, mesmo que de forma inconsciente, por não conquistar a independência financeira. Afinal, todas as escolhas requerem renúncias, inevitavelmente.

O primeiro ponto para mudar qualquer realidade é desligar o automático e viver intencionalmente, ou seja, de forma consciente. Como você tem lidado com as suas escolhas e seus pensamentos? Principalmente neste período que estamos vivendo, que trouxe à tona a necessidade de reflexão e reconhecimento das prioridades, está satisfeito com as respostas que obteve?

Na pressa e correria do dia a dia, com a sobrecarga de informações e atividades, infelizmente é comum deixar a vida acontecer e se “esquecer” de reavaliar se o modo como você está conduzindo sua vida está te aproximando de suas metas e objetivos de vida. Ou, pelo contrário, se o que existe na verdade é um desalinhamento, uma desconformidade entre seus propósitos de vida e suas ações diárias.

Perceba, você pode até não ter uma lista de objetivos futuros escritos no papel, mas precisa ter em sua mente claramente se seus hábitos estão de fato te conduzindo a uma evolução em sua vida ou a uma estagnação. Independente do estágio em que você se encontre neste momento, o importante é criar e manter hábitos que te façam caminhar rumo ao que realmente deseja. Não importa a velocidade dos seus passos, a sua caminhada precisa ser constante.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]