Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
O +55 Bar está de volta, depois de dois anos fechados por causa das restrições da pandemia.
O +55 Bar está de volta, depois de dois anos fechados por causa das restrições da pandemia.| Foto: Divulgação

Depois de dois anos fechada, uma das maiores casas noturnas de Curitiba está reabrindo.

O +55 Bar está funcionando desde esta quarta-feira (01), com todas as ferramentas que permitiram manter o pique nos anos todos de funcionamento. Inclusive com a aposta na gastronomia, que sempre foi um forte do empreendimento.

Importante lembrar que praticamente todos os grandes chefs e cozinheiros de Curitiba participaram de eventos no local, às terças-feiras, quando eram convidados para apresentar suas criações aos frequentadores da casa.

E como gastronomia é um dos focos principais do +55, a novidade agora é um restaurante japonês, o Japonero, que é uma operação 100% própria e tem o comando do chef Douglas Piccoli.

Pois é, fiquei sabendo quando Piccoli – para mim, um dos melhores dentre os sushimen da redondeza – entrou em contato para me pedir flores comestíveis. Sim, tenho lá uma pequena produção e sempre abasteci as necessidades dele quando à frente do Z.Sushi. Pelo que eu sabia – e ele havia me contado -, tinha voltado para Balneário Camboriú, onde sempre fez sucesso, com a abertura de um novo desafio.

Aí ele vem e me pede flores. Não para Camboriú, mas para Curitiba. Foi quando ele me disse ser responsável pelo novo trabalho no bar, que seria reaberto dentro de alguns dias.

Em comunicado oficial, o bar anunciou a retomada das atividades e também outras novidades, como algumas mudanças na infraestrutura e na decoração.

O Japonero foi concebido para ser uma fusão da cozinha tradicional japonesa com aquele toque de Brasil, que Douglas Piccoli consegue dar como poucos, saindo do óbvio e criando opções de sabores que não se encontra facilmente por aí. O serviço será somente à la carte, com todos os itens à disposição.

A criatividade de Douglas Piccoli está presente no Japonero, o restaurante japonês dentro do + 55.
A criatividade de Douglas Piccoli está presente no Japonero, o restaurante japonês dentro do + 55.| Foto: Divulgação
As cores, as linhas... e o sabor. Marca registrada de Douglas Piccoli.
As cores, as linhas... e o sabor. Marca registrada de Douglas Piccoli.| Foto: Divulgação

A casa passa a ter um novo layout e nova bandeira da companhia AMBEV assinando o Tailor Made da casa, Stella Artois. A marca Belga está em todos os cantos do +55. Como patrocinador master da casa, a cervejaria assina o novo visual do estabelecimento.

E, ainda, um novo bar de coquetéis. Um novo bar com uma nova carta de drinques, diga-se, 100% assinada pela marca cubana Rum Havana Club. Mais do que isso: um dos primeiros bares do Brasil totalmente dedicado ao Rum. É a aposta do +55, que tem sua carta assinada polo conhecido bartender Vinicius Kodama.

Drinques de Vinícius Kodama têm como base o rum.
Drinques de Vinícius Kodama têm como base o rum. | Foto: Divulgação

A programação do +55 Bar é a seguinte:

Quartas: Bar + Lounge & DJ Residente Pedro Soares

Quintas: Havana Club apresenta: Smooth N Dizzy + Hanuman Kid

Sextas: Música Eletrônica - toda semana novos convidados.

Sábados: Bar + Lounge & DJ Residente.

Domingos: Sunday Sunset – toda semana uma banda diferente.

O fato é que, mesmo fechado, o +55 nunca ficou parado. Tratando das melhorias internas para quando cliente retornasse, o que ocorre agora. E nessa retomada, o bar passa a operar de quarta a domingo, sempre com música ao vivo. Quarta e quinta, das 19h à 00h. Sexta e sábado, das 21h às 5h, e domingo, das 17h à 00h.

+55 Bar

Avenida Vicente Machado, 866 – Batel

Fone: (41) 99214-6660

Instagram: @mais55bar

=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=

Entre em contato com o blog:

Blog anterior: http://anacreonteos.blogspot.com/

Twitter: http://twitter.com/AnacreonDeTeos

E-mail: a-teos@uol.com.br

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]