Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Seleção de peixes, sendo 3 Sashimis de barriga de salmão  3 de  atum  4 de peixe branco ( variado ), mais 2 Sashimis de polvo. Somente no salão do Kibô, com a nova cara do cardápio.
Seleção de peixes, sendo 3 Sashimis de barriga de salmão 3 de atum 4 de peixe branco ( variado ), mais 2 Sashimis de polvo. Somente no salão do Kibô, com a nova cara do cardápio.| Foto: Divulgação

O Kibô já está na praça há um bom tempo. Sempre teve comida correta, alguns bons picos, mas nunca conseguiu chegar na ponta da classificação dentre os restaurantes especializados na cozinha japonesa em Curitiba.

Por isso acontece agora uma grande guinada. A ideia dos proprietários do local (que funciona dentro do Bourbon Curitiba Convention Hotel) é turbinar a casa e lançá-la para o patamar mais alto possível.

Rodrigo Petriceli e Roberto Alves, sushimen no comando no renovado Kibô Japanese.
Rodrigo Petriceli e Roberto Alves, sushimen no comando no renovado Kibô Japanese. | Foto: Divulgação

Para tanto, o comando da cozinha foi entregue a dois respeitáveis sushimen em ação na cidade: Rodrigo Petriceli e Roberto Alves. Ambos com boa rodagem e com passagem recente pelo Hai Yo, compondo a equipe premiada do chef 5 estrelas Kazuo Harada.

E os resultados, é claro, já começaram a surgir. Primeiro, com a opção de servir apenas pratos frios, concebidos atrás do balcão de trabalho dos profissionais. E não são mais aqueles sushis óbvios, presentes em qualquer restaurante com proposta japonesa na região. As criações da dupla têm toques de brasilidade e um ar contemporâneo, seguindo o mote do hotel de que o clássico sempre se renova.

Sõsu no hotate - vieiras seladas na manteiga, ao molho de alcaparras.
Sõsu no hotate - vieiras seladas na manteiga, ao molho de alcaparras. | Foto: Divulgação

Nas semanas mais recentes já tive as duas experiências: ser servido no salão e pedir delivery em casa. São completamente diferentes, evidentemente, não apenas pela estrutura e pela apresentação dos pratos (embora o delivery do Kibô seja feito por motoristas particulares, para evitar que os pedidos adernem nas caixas), mas também pela diferença de amplitude entre os dois menus.

O delivery é, evidentemente, mais limitado, pois não é qualquer composição que pode ser transportada e servida algum depois de concebida e executada. Mesmo assim, no dia que pedi vieram, além do combinado clássico (o Kibô Box 1), um Usuzukuri shiromi (Carpaccio de peixe branco – linguado -, yuzu, ikura e flor de sal) e Maguro zuke (atum maturado em um caldo feito da   espinha do próprio peixe, durante três dias, servido com yuzu, ovas de capelin e molho de ostra).

Kibô Box 2 - o delivery para duas a três pessoas.
Kibô Box 2 - o delivery para duas a três pessoas. | Foto: Divulgação

Quando estive no salão foi pouco antes da bandeira vermelha, que (boa medida) fechou tudo por algum tempo, tentando evitar aglomerações que continuavam existindo. Agora, com tempos melhores, os salões estão novamente abertos e uma chegadinha presencial ao Kibô vale muito a pena, tal a profusão de sabores e o nível da criatividade dos dois sushimen.

No salão

Quando vou a um sushi bar, prefiro sempre ser surpreendido. Como ficar do outro lado do balcão, enquanto o sushiman vai criando cada item para ser servido e consumido na hora. Mas este tipo de serviço também pode ser à mesa e se chama Omakase, que significa “à escolha do chef”. Nesta opção, um menu de sete tempos contempla uma seleção especial de pratos escolhidos pelo sushiman, feitos especialmente para o gosto do cliente.

Alguns destes itens podem até fazer parte do cardápio da casa, embora sejam raros, pois o grande desafio do profissional é justamente surpreender com uma combinação personalizada.

Mas, para quem prefere o serviço à la carte, a ementa é bem atraente. Entre as opções de entrada, Atum selado com molho tataki e finalizado com ovas de salmão (ikura); Shake tartar - salmão picado com ovas de massago, maionese picante e chips de raiz de lótus; Maguro zuke - atum maturado com molho de ostra -, e Midori no ebi, um enrolado de salmão com camarão empanado e molho de ervas finas.

Nos pratos principais, os destaques ficam para a inclusão de Toro de atum (a barriga) e também três opções de peixe branco – que variam de acordo com o que estiver mais fresco no dia. Além disso, ovas de salmão, ouriço e enguia são os novos acepipes da casa.

Tartar shake - Salmão picado e temperado com maionese japonesa (kewpie), pimenta tobanja e ovas de massago,servido com crocante de batatas. Somente no salão.
Tartar shake - Salmão picado e temperado com maionese japonesa (kewpie), pimenta tobanja e ovas de massago,servido com crocante de batatas. Somente no salão. | Foto: Divulgação

Nos especiais, Sõsu no hotate - vieras ao molho de alcaparras - e Sashimi de wagyu com molho yakiniku e pimenta sansho dão um toque criativo ao menu. Completam as novidades, as duplas de Niguiri especiais: Unagui - niguiri de enguia com teriyaki e sansho; Hotate - niguiri de vieiras canadense, manteiga trufada e salsa trufada; Hon maguro - niguiri de espécie de atum nobre (Bluefin); King crab - niguiri de caranguejo gigante, com maionese picante; Gunkan maguro - enrolado de atum com foie gras maçaricado, regado com molho teriyaki; Wagyu - niguiri de Kobe Beef, foie gras, molho teriyaki e pimenta sansho; e Gunkan tako - shari envolto com alga, recheado com polvo e maionese japonesa.

Para harmonizar

Todas as sugestões podem ser perfeitamente harmonizadas com os drinques do bartender Marcelo Prantoni. Entre elas, o Nikko - que leva Campari, Aperol, Gin, Grapefruit, morango e tônica; Obake Negroni – gin, umebôshi, Vermouth Carpano Punt e Mes, Campari e grapefruit; Kohi-Kissaten - Kahlúa, Jagermeister, vodca, leite e acompanha sembei; Suppai Kuba - Bacardi ouro, Bacardi prata, xarope orgeat de amêndoas, morango e limão taiti, além do finalista do prêmio World Class Brasil, o Black striding, que leva uísque black label, mel e trufas - em uma combinação perfeita de sabores acentuados e sofisticados.

Releitura de Moscow mule, um dos drinques da casa para harmonizar com os pratos orientais.
Releitura de Moscow mule, um dos drinques da casa para harmonizar com os pratos orientais. | Foto: Divulgação

O restaurante funciona de segunda a sábado, a partir das 19h30.

Kibô Japanese

Bourbon Curitiba Convention Hotel

Rua Cândido Lopes, 102 – Centro

Fone: (41) 3221-4600

WhatsApp: (41) 99215-2779

=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=

Entre em contato com o blog:

Blog anterior: http://anacreonteos.blogspot.com/

Twitter: http://twitter.com/AnacreonDeTeos

E-mail: a-teos@uol.com.br

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]