i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Panela do Anacreon

Foto de perfil de Panela do Anacreon
Ver perfil
Receitas de quarentena

Uma deliciosa receita com o peixe trilha, custando menos de R$ 20. E para duas pessoas

  • Por Anacreon de Téos
  • [27/07/2020] [16:29]
Trilhas ao ragu de tomates prontas para serem servidas. Prato rápido, saboroso e muito barato.
Trilhas ao ragu de tomates prontas para serem servidas. Prato rápido, saboroso e muito barato.| Foto: Anacreon de Téos

Abrindo parágrafo

Não resisto às trilhas. Peixinho simpático, saboroso e muito barato.

Não está entre os mais consumidos pelo brasileiro, mas certamente quem prova pela primeira vez passa a ser fã, repetindo receitas.

É um peixe pequeno, rosado, que se dá muito bem com os temperos simples da região do Mar Mediterrâneo. Da Provença à Riviera del Fiori, já na Itália. Por lá, os ingleses, espanhóis e italianos chamam-na de Salmonete, enquanto os franceses, como sempre na deles, chamam de Rouget de roche.

As trilhas costumam acompanhar os cardumes de camarão, ajudando os pescadores a encontrar os crustáceos. E talvez seja por isso que têm esse nome. Trata-se de um peixe com textura e sabor assemelhados aos do camarão e carne que pode lembrar a do caranguejo, embora mais seca e com pouca gordura.

As belas trilhas expostas no balcão da Pescados Keli Mozer, no Mercado Municipal de Curitiba.
As belas trilhas expostas no balcão da Pescados Keli Mozer, no Mercado Municipal de Curitiba. | Foto: Divulgação

Faço sempre que possível. Comecei a fazer esse texto aqui e me lembrei de já ter escrito a respeito tempos atrás. E bota tempo nisso, foi em 2012, até com outra receita de preparo, com muito mais influência mediterrânea (confira aqui).

Daí, dias atrás, constatei que as trilhas estavam novamente colorindo o balcão da Pescados Keli Mozer, no Mercado Municipal de Curitiba. Lindas e baratas, como sempre. Para se ter uma ideia, custam R$ 18 o kg e cada uma delas pesa entre 100g e 200g. Como tinha imaginado fazer com um molho farto, para cozinhar nele, trouxe três, com preço final de R$ 8,76.

Mais os complementos, o custo final do prato não chegou a R$ 20. E com rendimento para duas pessoas. Na hora de servir, uma para cada um, com direito à metade de outra como repetição. O farto molho à base de tomate sugere acompanhamento de polenta ou massa, com sotaque bem italiano. Ou até mesmo arroz branco, que é como a maioria do povo aqui aprecia à mesa.

Na hora de batizar o prato, um dilema. Não daria para chamar de Mediterrânea, pois alguns faltavam e outros não tinham a ver. Nem provençal, com aquele excesso de tomate que utilizei. E ainda por cima entraram algumas folhas de alfavaca (que a peixaria sempre dá de brinde), que, embora muita gente confunda com o manjericão, nada tem a ver, nem da mesma família é – apenas o sabor é aproximado.

Pensei então em Trilhas ao ragu de tomate. Sim, ficou isso mesmo.

Tem alguma ideia para cozinhar nos próximos dias? Acho que essa aqui pode ser uma boa sugestão. Fácil e saborosa sugestão.

Vamos à receita, então.

As trilhas no prato. Deliciosas!
As trilhas no prato. Deliciosas!| Foto: Anacreon de Téos

=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=

Entre em contato com o blog:

Blog anterior: http://anacreonteos.blogspot.com/

Twitter: http://twitter.com/AnacreonDeTeos

E-mail: a-teos@uol.com.br

Trilhas ao ragu de tomates

Anacreon de Téos
Tempo de preparo45 minutos
Rendimento2 porções
PreparoFácil

Ingredientes

  • 2 colheres (sopa) de azeite de oliva
  • 3 trilhas, inteiras e limpas
  • 1/4 de cebola, picada
  • 1 dente de alho, picado
  • 200g de tomate pelado em lata
  • 2 colheres (sopa) de talos de cebolinha, picados
  • 3 colheres (sopa) de salsinha, picada grosseiramente
  • 1 colher (sopa) de alcaparras lavadas e escorridas
  • 6 a 7 folhas de alfavaca, rasgadas
  • sal e pimenta-do-reino (moída na hora, de preferência)

Modo de preparo

  1. Aqueça o azeite em uma frigideira média (que caibam as 3 trilhas).
  2. Junte a cebola e refogue por 3 minutos, o suficiente para que os pedaços murchem.
  3. Entre com o alho picado e refogue por mais 2 minutos.
  4. Adicione os tomates pelados (se estiverem inteiros, esmague-os grosseiramente com as mãos) e misture bem.
  5. Tempera levemente com sal e pimenta, lembrando que a alcaparra é salgada.
  6. Tampe a frigideira e cozinhe em fogo baixo por 10 minutos.
  7. Acrescente a cebolinha e a salsinha e, em seguida, as alcaparras.
  8. Coloque com cuidado as trilhas por cima (já temperadas com sal e pimenta) e as alfavacas rasgadas.
  9. Tampe novamente a frigideira e cozinhe por mais 10 minutos. Sem virar as trilhas, para não desmancharem. Para misturar um pouco, só sacuda levemente a frigideira.
  10. Desligue o fogo e sirva.
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.