Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Coamo
Sede da Coamo, em Campo Mourão| Foto: Henry Milleo/Arquivo/Gazeta do Povo

A Coamo Agroindustrial, cooperativa sediada em Campo Mourão, vai investir R$ 81 milhões em uma nova fábrica de ração animal. A construção da estrutura, nas proximidades do parque industrial de Campo Mourão, deve começar ainda neste ano e o investimento irá gerar 68 empregos diretos e cem indiretos.

A previsão é de que a construção leve três anos. A fábrica, de 10 mil metros quadrados, deverá produzir 158 mil toneladas de ração à base de milho. A aposta da Coamo é agregar valor a sua produção do grão -- em vez de vender o milho bruto, a empresa pretende comercializar a ração animal e quase dobrar o seu faturamento com a commodity.

“Ano passado produzimos mais de 50 milhões de sacas de milho, o nosso segundo principal item (atrás apenas da soja). A indústria vai nos permitir agregar valor. Em vez de arrecadar R$ 152 milhões com a venda do milho, passamos a faturar R$ 280 milhões ao vender a ração. Dinheiro a mais que vai para o cooperado. Podemos remunerá-los melhor”, disse o presidente-executivo da Coamo, Airton Galinari, à Agência Estadual de Notícias.

Uma das maiores cooperativas do Brasil, a Coamo tem 30 mil produtores associados, 7 mil funcionários e faturou R$ 20 bilhões em 2020.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]