Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Projeto do edifício Vibe, que será construído no Água Verde, em Curitiba
Projeto do edifício Vibe, que será construído no Água Verde, em Curitiba| Foto: Reprodução

A startup paulista Housi e a incorporadora paranaense Altma começam em setembro as vendas de um empreendimento cujo modelo de negócio ainda é pouco usual no Paraná. O edifício Vibe, que será construído no Água Verde, em Curitiba, é voltado para quem quer comprar um imóvel e obter renda com a locação e para quem procura moradias mobiliadas e decoradas para alugar por períodos determinados.

RECEBA notícias pelo Whatsapp

As vendas que serão iniciadas em setembro são para o primeiro grupo, o dos investidores. Todo o trâmite de locação, serviços adicionais (de limpeza e bem-estar, por exemplo) e a administração do edifício ficam por conta da Housi -- a empresa já atua nesse ramo, sobretudo em São Paulo.

Depois de finalizados, os apartamentos serão direcionados ao segundo grupo: o dos interessados em locar uma das 130 unidades do prédio. Esse público poderá fazer o trâmite por um site próprio da startup. Os apartamentos e estúdios do Vibe também serão divulgados em plataformas maiores, bem estabelecidas, como Airbnb e Booking. É possível alugar os espaços por períodos curtos (24 horas) ou longos (até um ano).

“O sistema é ideal para públicos diversos, como estudantes, executivos ou pessoas que precisem estar na cidade por um período determinado, como, por exemplo, uma avó que queira estar em Curitiba para acompanhar os primeiros dias do neto recém-nascido", explica o diretor de desenvolvimento imobiliário da Altma, Gabriel Falavina.

Segundo a empresa, a transação via plataforma online será sem burocracia. Basta o pagamento por cartão de crédito, sem necessidade de fiador. Os apartamentos custarão a partir de R$ 150 mil. Pelo serviço de administração, a Housi cobra uma taxa variável sobre o valor da locação – em torno de 20%.

3 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]