i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Paraná S.A

Foto de perfil de Paraná S.A
Ver perfil
Carne de porco

Mercado externo aquecido turbina exportações de indústria de suínos do estado

  • 27/10/2020 20:28
Sede da Alegra Foods, em Castro, nos Campos Gerais
Sede da Alegra Foods, em Castro, nos Campos Gerais| Foto: Divulgação

A Alegra está comemorando seus primeiros cinco anos em grande estilo. Inaugurada em outubro de 2015, a indústria de alimentos suínos com sede em Castro, nos Campos Gerais, tem aproveitado o mercado externo aquecido em 2020 e exportado mensalmente 50% a mais do que em 2019.

“Temos três principais mercados. O primeiro é Hong Kong, que absorve 40% do nosso volume de exportação, seguido por Vietnã, que leva 26%, e, logo depois, vem Cingapura, com 17%. Mas nós temos mais de 30 países para os quais exportamos. Levamos produtos aos Emirados Árabes, África, América do sul”, explica o superintendente da empresa, Matthias Rainer Tigges.

A elevação do volume exportado começou como uma estratégia para driblar a pandemia. Com a queda na demanda interna em abril, o envio de cortes congelados para o exterior amenizou impactos na receita da empresa. Hoje, explica o diretor, a balança voltou a equilibrar.

Fruto de uma parceria entre três grandes cooperativas da região (Castrolanda, Capal e Frísia), a Alegra produz 9 mil toneladas/mês de carne suína e espera fechar o ano com faturamento na casa dos R$ 800 milhões.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.