i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Paraná S.A

Foto de perfil de Paraná S.A
Ver perfil
TatraBras

Montadora europeia anuncia planta no Paraná; fábrica irá gerar 300 empregos

  • 03/09/2020 18:50
Veículo de mineração da Tatra, que terá fábrica no Paraná
Veículo de mineração da Tatra, que terá fábrica no Paraná| Foto: Divulgação

Ponta Grossa ganhará mais uma indústria: a TatraBras, pertencente a um grupo da República Tcheca, oficializou nesta quinta-feira (3) a construção de uma planta para fabricar veículos off-road. O investimento esperado é de R$ 102 milhões até 2026 e a expectativa é que sejam gerados 300 empregos diretos.

EMPRESAS NO PARANÁ: leia mais sobre as companhias do estado

Com expertise em veículos produzidos para trafegar em solos difíceis, a Tatra deverá atender, com sua produção em Ponta Grossa, segmentos como mineração e produção florestal e sucroalcooleiro. Veículos pesados para a área de Defesa também sairão da planta nos Campos Gerais. A empresa tcheca mira o mercado nacional e exportação para América do Sul e África.

“A Tatra é um grande player mundial em caminhões pesados. O Brasil tem uma demanda gigante nesse setor porque é um grande produtor de álcool, de minério e de celulose a partir de campos florestais”, disse o governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) à Agência Estadual de Notícias durante o evento de oficialização do negócio. O investimento estrangeiro foi viabilizado dentro do programa de incentivos fiscais do governo estadual, em uma negociação que levou meses. “Não tenho dúvidas de que a empresa será muito feliz no Paraná e que esse será o primeiro de muitos investimentos”, complementou.

A planta de Ponta Grossa é a primeira da marca europeia no Brasil. O barracão onde ela será instalada tem seis mil metros quadrados. A produção deve começar em 2021.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.