i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Paraná S.A

Foto de perfil de Paraná S.A
Ver perfil
Análise

Por que o Paraná se tornou um case de sucesso na produção de peixes?

  • 23/02/2021 16:13
Tilápia
Indústria da Copacol, no Paraná, uma das cooperativas produtoras de tilápia| Foto: Jonathan Campos/Aen

Com mais do que o dobro da produção do segundo colocado, o Paraná não só lidera o ranking dos peixes de cultivo como cada vez mais se firma como um case de sucesso na piscicultura. No Anuário Peixe BR 2020, um levantamento da Associação Brasileira de Piscicultura (Peixe BR), divulgado nesta segunda-feira (22), o estado foi novamente o grande destaque no país, com uma produção de 172 mil toneladas no ano passado; enquanto São Paulo, vice-líder, produziu 74,6 mil toneladas.

Para Francisco Medeiros, presidente da Peixe BR, o segredo do estado é a concessão mais rápida de licenciamentos ambientais. Assim como um produtor agropecuário, o piscicultor precisa de documentação para poder usar suas águas, mitigando impactos ecológicos. "O modelo do Paraná é vitorioso, por isso os outros estados e empresários estão se voltando para esse modelo", diz.

"O estado fez uma política, com apoio dos órgãos agrários, para a legalização dos produtores", destaca o presidente. O anuário aponta que, desde 2019, o licenciamento para tanques em pequenas e médias propriedades "estão menos burocráticos". Isso é importante porque, de acordo com Medeiros, "exste disponibilidade de recursos [linhas de financiamento, por exemplo] para a aquicultura, mas tem que ter licenciamento [para que a verba seja liberada]".

Em 2019, por exemplo, o Paraná foi responsável por mais de 30% de todo o custeio federal destinado à atividade; em 2020, esse porcentual subiu para mais de 50%, de acordo com números da Peixe BR. O estado captou R$ 152 milhões para custeio e mais R$ 29 milhões para investimentos no ano passado, segundo o Banco Central.

Com mais dinheiro no bolso, produtores do estado puderam investir em integração. Segundo Medeiros, a tradição cooperativista do estado ajudou a aproximar o produtor de peixes das cooperativas e agroindústrias, o que profissionalizou o Paraná como nenhuma outra unidade da federação no país. "Enquanto no resto do Brasil o pequeno produtor queria a ajuda do governo, o paranaense não queria saber. Queria saber de indústria para parceria ou integração", destaca o presidente da Peixe BR.

Tais características têm refletido em crescimentos constantes da produção paranaense, que é puxada principalmente pela tilápia -- o principal peixe de cultivo no país. Só desta espécie, foram 166 mil toneladas produzidas nos tanques do estado em 2020.

9 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 9 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • M

    Marcelo

    ± 59 minutos

    este desgoverno do Paraná, não incentiva nada. enquanto o peixe de água doce do Paraná e um dos mariores produtores nacionais é os preços estão pela hora da morte , os pescadores do litoral paranaense sofrem, por falta de incentivos , para alavancar o aumento da produção, onde a maioria dos pescados vem do Estado de Santa Catarina, onde existem uma melhor atenção do governo local, para a pesca em alto mar.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • C

      Carlos

      ± 5 horas

      O que o homem do campo quer é que o deixem fazer o seu trabalho, os licenciamentos ambientais mais precisos e ágeis só beneficiam o produtor rural, seus parceiros e a população a quem ele destina seus produtos.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • J

        JP

        ± 9 horas

        Maravilhoso, porém o restaurante onde almoço cobra 59,00 por quilo e a proprietária, minha amiga, retirou a tilápia do cardápio por causa do preço. Substituiu pela Betara, sabor igual, bem mais em conta...

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • Z

          Zequinha

          ± 18 horas

          Se os preços do filé de tilápia não fossem tão altos, garanto que a produção poderia ser o dobro, mas quando você vê o pacote de 400g de filé de tilápia custando 24,00 reais, desiste de comprar!

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • A

            Andre Luiz de Almeida Figueiredo

            ± 19 horas

            Excelente notícia... Porém hoje no supermercado o quilo da tilápia estava a bagatela de R$ 54,00. Boa sorte para venderem essa produção.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • L

              Leonardo da Costa

              ± 19 horas

              Achei que a linguagem neutra tinhado conquistado a Gazeta, mas ainda bem que me enganei.... é só mais um autor preguiçoso da língua portuguesa.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • L

                Luiz Alves de Souza

                ± 20 horas

                " um case de sucesso@ Será que precisamos de um vocábulo estrangeiro para descrever um fato?

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                1 Respostas
                • P

                  Patrick

                  ± 6 horas

                  Talvez não Sr. Luiz, mas vc precisou de um aparato eletrônico ESTRANGEIRO para fazer seu comentário (tablet, celular ou computador). A hipocrisia também é algo importado e já havia antes mesmo das terras tupiniquins serem descobertas, desta forma vc também não poderia ter utilizado!

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

              • L

                Luiz Antonio Halmenschlager

                ± 23 horas

                Essa condição de liderança do Paraná não é de agora: na década de 90 alguns municípios do oeste do estado(Toledo, Assis Chateubriand, Palotina e outros) já tinham a piscicultura como um projeto imediato e de futuro, com até uma fábrica de tecidos com pele de tilápias. De lá para cá eles continuaram a incentivar o negócio e, como bem disse a reportagem, não ficaram dependentes de governos mas sim se uniram através de uma sistema cooperativo e o resultado é esse relatado. Parabéns!!!

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                Fim dos comentários.