Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Rumo
| Foto: Divulgação

Sediada no Paraná, a Rumo protocolou projeto para a construção de uma nova malha férrea de mais de 700 quilômetros no Mato Grosso. O edital de chamamento da obra foi apresentado nesta segunda-feira (19) e a empresa de logística é tida como a principal e, possivelmente, única interessada no negócio.

O projeto, com investimento estipulado em R$ 12 bilhões pelo governo mato-grossense, é de ferrovia estadual ligando a capital Cuiabá aos municípios de Rondonópolis, Nova Mutum e Lucas do Rio Verde. A autorização de uso se dará por 45 anos (prorrogáveis por mais 45) e a ferrovia deve ser entregue em até 6 meses após licença ambiental de instalação.

O corredor vinha sendo uma das apostas da Rumo, cuja sede fica em Curitiba. A empresa de logística já opera trecho ferroviário que conecta Rondonópolis (MT) até o Porto de Santos - Malha Norte e Malha Paulista, dois projetos de concessão vencidos pela operadora.

4 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]