Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
send4-app-de-trocas-curitibano-auxilia-eccomerce-fundadores
Fundador da marca diz que pretende, no próximo mês, dobrar o número de clientes atendidos pela plataforma Troque Fácil.| Foto: divulgação.

Com uma estratégia agressiva para conquistar o mercado de e-commerce a empresa curitibana Send4 quer dobrar o seu número de clientes no próximo mês, contanto com novas operações no México e Vale do Silício, nos Estados Unidos. O seu produto, uma plataforma automatizada de trocas, o Troque Fácil, oferece tantos aos lojistas como aos clientes finais a oportunidade de eliminar a dor de cabeça na hora de devolver uma mercadoria.

“Quem quer trocar um produto que comprou online tem que ligar, mandar email, passar por um SAC e, só depois de 15 ou 30 dias, receber um estorno ou uma proposta de crédito”, explica o fundador da empresa Cristian Trentin.

“Conosco o processo é 100% automatizado e rápido. Em menos de três minutos o cliente consegue fazer uma troca”, pontua Trentin.

Longe do puro marketing, o fundador, que esteve na última semana lançando o produto na maior feira de e-commerce do Brasil, justifica a necessidade de sua plataforma com números.

Em um universo onde 8 em cada 10 brasileiros fazem compras online, a empresa estima que as trocas solicitadas a partir desses pedidos são feitas em 43% da vezes, por causa de equívocos simples, como tamanho ou cor do objeto.

A contradição mora no fato de que 90% dos usuários que têm dificuldade em trocar esses mesmos produtos não voltam a comprar nas lojas. Também 50% deles desistem de solicitar a devolução, justamente pela burocracia e lentidão do processo.

Empresa promete 70% de retenção

send4-app-de-trocas-curitibano-auxilia-eccomerce1
Um processo de troca ágil, que dura menos de três minutos, ajuda a estimular clientes a fazerem novas compras. | Foto: Divulgação

O Troque Fácil entra justamente para aumentar essa retenção de clientes e garante que consegue recuperar até 70% dos valores oriundos de devoluções, transformando-os em trocas. Um valor muito a cima da média do mercado, que gira em torno dos 30%.

“Agora nossa estratégia também está voltada ao mercado off-line. Miramos em redes, por exemplo, que não tem um processo bem definido de logística reversa e que precisam livrar o vendedor, que ao atender uma troca deixa de fazer uma venda”, comenta o fundador da marca.

“Inclusive, já estamos testando um modelo em que o cliente faz toda a troca online e vai até a loja física apenas para deixar o produto”, finaliza Trentin.

Com uma equipe de 25 funcionários, 100 clientes na conta e mais de 100 mil trocas realizadas no último ano, a Send4 foi recentemente apontada como umas das 100 startups mais promissoras do Brasil, no ranking do projeto "100 startups to watch", desenvolvido em parceria pelas revistas Época Negócios, PEGN, da editora Abril e as consultorias Corp.vc e EloGroup.

Paraná aumenta sua fatia de representatividade no e-commerce

Em parceria com a PayPal, a BigData Corp - maior plataforma de dados da América Latina - divulgou este mês a série Perfil do E-Commerce Brasileiro, uma pesquisa realizada desde 2014 e que monitora as principais tendências do setor. Um dos dados mais relevantes mostrou que a fatia de participação do Paraná no comércio online cresceu.

Entre 2018 e 2019, a participação paranaense nos 930 mil sites de e-commerce brasileiros atingiu 6,16%, superando os 5,52% registrados no período anterior. O crescimento foi de quase 12% em um ano.

Apesar de ser considerado pela BigData um crescimento expressivo, o país, no geral, registrou uma expansão de quase 38% no mesmo período.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]