i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Polzonoff

Foto de perfil de Polzonoff
Ver perfil

"Para nós, há apenas o tentar. O resto não é da nossa conta". TS Eliot.

Mefistófeles não poupa ninguém: o preço da aceitação na Internet

  • 27/10/2020 15:53
Mefistófeles por Delacroix: o diabo paira sobre as redes sociais prometendo likes em troca da nossa alma.
Mefistófeles por Delacroix: o diabo paira sobre as redes sociais prometendo likes em troca da nossa alma.| Foto: Wikipedia

Mal dormi na noite passada. Fiquei rolando de um lado para outro na cama e, quando vi, já eram 21h30 da madrugada. A causa da minha insônia foi o vídeo no qual dois tiktokers, ele com 19 anos e ela com 12, dizem que estão namorando – para o espanto de alguns e a indiferença de outros. Logo depois de eu ter publicado meu texto a respeito do assunto, os dois gravaram um pedido de desculpas e disseram que tudo não tinha passado de trollagem, que em internetês significa “pegadinha”.

Não vou entrar aqui na questão quanto à sinceridade ou não da justificativa. Meu instinto velho, cansado, gordo, careca e com uns pelos brancos na barba me leva a crer que todos os envolvidos, principalmente o menino e os pais, sentiram na nuca o bafo quente da lei e da moral pública que, obviamente, jamais veria com condescendência o relacionamento entre um homenzinho e uma pubescente. Mas o instinto é meu e é falho – e não precisa condizer com a realidade.

O que me tirou mesmo o sono foi perceber como temos diante de nós toda uma geração que não mede esforços para se fazer aceita na Internet. Que não avalia as consequências de seus atos e palavras. Que vende sua alma a Mefistófeles em troca de alguns milhares de likes, talvez um milhão de seguidores, e de tudo o que essa exposição precoce e exagerada representa, da sensação avassaladora de aceitação até a inevitável rejeição superlativa.

Fiquei pensando sobretudo no homenzinho de 19 anos. No vídeo em que os tiktokers explicam que tudo não passou de uma brincadeirinha inocente, desculpe aí, foi mal, ele aparece em segundo plano, sorrindo um sorriso nervoso demais, recitando um texto evidentemente ensaiado, com aquela prosódia da Xuxa, fingindo uma calma que beira a estupidez, os olhos vazios, a voz com um quê de trêmulo, como se implorasse para não ser condenado, formal ou informalmente, pela evidente imaturidade.

Em algum momento da minha insônia de mentirinha, temi até pela vida dele. Porque é assim que essas máquinas de moer gente a que damos o nome de redes sociais funcionam. Elas ludibriam sobretudo os mais vulneráveis, os emocionalmente imaturos e os intelectualmente prejudicados, com a promessa de um Paraíso no qual todos celebrarão seus feitos, por menores e mais imorais que sejam. Em troca, quem aceita a barganha diabólica dá à multidão sem rosto nem compaixão o controle total sobre sua alma.

Que homens feitos se submetam a esse pacto fáustico já é um problema. Mas, no caso das webcelebridades adultas expostas a todo tipo de ridículo em troca de coraçõezinhos e outras demonstrações de “afeto”, considero que elas, a despeito dos cabelos coloridos, das onipresentes tatuagens, da linguagem para mim incompreensível e das selfies com biquinho, sejam maduras o suficiente para aguentar as consequências de sujeição voluntária à vaidade.

No caso de crianças e de jovens imberbes, a situação muda de figura. Ainda mais quando falamos de crianças que já cresceram sob a mística da fama virtual. Ainda que o menino do vídeo não enfrente consequências legais por ter assumido o namoro com uma pré-adolescente, fico me perguntando se ele (e os pais, porque sempre há pais dando o maior apoio para esse tipo de coisa, vai lá, meu filho, siga a sua estrela, este é seu caminho, acredite no seu potencial, o importante é o amor, etc.) foi capaz de aprender, nas últimas 24 horas, que palavras e atos têm consequências graves mesmo depois que a timeline envelhece.

No sempre recomendado (ainda que um tanto catastrofista) A Geração Superficial: o que a Internet Está Fazendo com os nossos Cérebros, Nicholas Carr explica que simplesmente não estamos preparados para sermos julgados, amados ou odiados por milhares ou milhões de desconhecidos. Mensagem que o documentário “O Dilema das Redes” ecoa. É por isso que as grandes estrelas do rock ou do cinema tinham vidas atribuladas e não raro trágicas. E é por isso que YouTubers (ou tuiteiros ou tiktokers) de maior ou menor sucesso vivem hoje à base de ansiolíticos e antidepressivos e, como se fossem profetas sempre à beira do martírio, da busca constante pela aceitação de seus instáveis seguidores.

Estamos cultivando uma geração vazia, escrava da vaidade, da necessidade de se saber amada não só pela família e pelos amigos, mas também pela multidão sem rosto ou alma, pela legião de mifistofelezinhos que distribui likes e coraçõezinhos dizendo que é de graça. Mas não é. Nunca é.

11 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 11 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • W

    wilmar scoz

    ± 1 horas

    Não sei porque tanta falação por conta deste casalzinho! É hipocrisia. Pois basta ficar de olho na saída dos alunos da escola e ver que pivetes andam de mãos dadas. Isso é comum.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • Z

    Zyss

    ± 2 horas

    Como já comentaram aí, o problema são os pais medíocres que ao mesmo tento são analfabetos funcionais sem princípios que não conseguem repassar valores e princípios aos seus filhos. Uma geração pior que a outra.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Admar Luiz

    ± 3 horas

    E por falar em likes, por onde anda mesmo o Youtuber mais "famoso" do Brasil?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marco Polo

    ± 4 horas

    Concordo com o comentário do leitor J. Moacir abaixo. Não podemos culpar a tecnologia de determinado tempo da História como a criadora de qualidades morais, éticas e de conhecimento das respectivas gerações. A internet, nesse caso, é apenas o meio pelo qual se manifestam as pessoas. O problema central se encontra na formação do cidadão, no que acontece ou não acontece na transição de bebe às idades adultas. Pais, escolas e sociedade são, em determinado grau de responsabilidade, partícipes. E isso ocorreu e ocorrerá em todos os tempos, é a dinâmica da vida e do desenvolvimento humano!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    J. MOACIR

    ± 10 horas

    Acho que a verdadeira Geração Vazia são os pais destes préadolecentesadolecentesjovens ( sic ) . São aqueles adultos de 35 a 40 e popucos anos , hoje pais. Como estes fizeram a transição para a geração tecnologica - em geral - não estão sabendo dar fundementação a seus filhos. Freudianamente , neste caso o problema são os pais.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Rodrigo Bertozzi

    ± 11 horas

    Parabéns! Uma geração vazia que serão os pais e mães da próxima geração! Me atirem uma flecha!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marta M S Kogut

    ± 17 horas

    Excelente!!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Matheus Freire De Siqueira

    ± 17 horas

    Muito bom!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • G

    Gustavo

    ± 18 horas

    O MPF não vai averiguar a veracidade disso? Afinal, achar pelo em ovos, quer dizer, ver trabalho infantil em tudo parece ser aquilo pelo qual nossos membros do MP estão empenhados ultimamente!!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    LSB

    ± 18 horas

    Artigo ESTUPENDO!!! Mais uma vez... abs

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Roderlei Ribas

    ± 19 horas

    Excelente reflexão.....Um dia a conta vai chegar, e claro, não estaremos preparados. Que fizemos aos, ou para, nossos filhos? Essa é a grande pergunta do milênio....

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]