i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Relações Internacionais em Perspectiva

Ver perfil

Tomates e Futebol

  • PorEduardo Saldanha
  • 17/03/2014 16:55
Messi, o camisa 10 da Argentina é atração e instrumento político nas mãos de Cristina.

Messi, o camisa 10 da Argentina, é atração e instrumento político nas mãos de Cristina.

Tomates e futebol.

Admiro a Argentina! Acredito que um país que tenha na melancolia do tango, na raça futebolística e na força das suas “madres” pontos centrais de sua formação social e política não deveria satisfazer-se com a simples oferta de alimento e diversão ao invés de mudanças estruturais e perenes, muito embora historicamente possa perceber-se uma certa quedinha por governantes mais carismáticos e pitorescos do que administradores públicos competentes e comprometidos com medidas não imediatistas.

É nessa Argentina que em 2014 a presidente Cristina Kirchner terá quatro desafios: uma crise energética que colocou a Argentina em situação de calamidade; uma crise política onde membros de um mesmo governo se desentendem publicamente e evidenciam uma crise de autoridade na Casa Rosada; o fantasma da inflação e uma potencial escalada nos preços dos alimentos e;  a esquizofrenia cambial de um dólar supostamente controlado.

As medidas anunciadas nos primeiros dias de 2014 indicam uma tentativa desesperada para amainar o descontentamento em um país assolado pelo desemprego e desanimado com o porvir. Buscando apoio popular o governo argentino resolveu optar pelo caminho mais fácil e rápido.

Na área do entretenimento a Casa Rosada anunciou a aquisição dos direitos exclusivos de transmissão da Copa do Mundo como uma extensão do programa “Futebol para Todos”, o qual disponibiliza gratuitamente todos os jogos do campeonato argentino, evitando, assim, a comercialização por canais fechados, dando acesso à diversão número um de todos os argentinos na esperança de que o futebol traga saciedade, se não de alimento, de diversão.

Além de diversão garantida o povo argentino comemorará o aumento no valor da Alocação Universal por Filho, uma espécie de bolsa família argentina que aumentará o poder de compra da parcela mais necessitada da população, mas que pode não ser a âncora necessária para a crise inflacionária.

Ainda, com a ameaça de desabastecimento de um dos vilões de 2013 no Brasil, o governo de Kirchner já determinou, contrariando a política de proteção à indústria doméstica adotada em 2013, a desoneração da importação de tomates na tentativa de conter a inflação e a falta do produto na mesa dos argentinos.

Assim, de maneira contraditória, Cristina Kirchner espera que tomates e futebol mantenham as famílias alimentadas enquanto torcem por Messi e cia., ao mesmo tempo em que busca arrumar a casa na tentativa de alcançar uma solução eficaz e duradoura para que um dia a melancolia argentina possa residir somente em seus belíssimos tangos!

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.