i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Roberto Indech

Foto de perfil de Roberto Indech
Ver perfil
Vozes

Sejam bem-vindos a mais um circuit breaker

  • Por Roberto Indech
  • [09/03/2020] [18:42]
Bolsa de valores
| Foto: Spencer Platt/Getty Images/AFP

O circuit breaker é um procedimento operacional da B3 que interrompe a negociação de ativos, impossibilitando movimentações de compra e venda. Ele é acionado somente em momentos de grande turbulência ou pânico de mercado que, por consequência, resultam em forte queda no preço das ações. Logo neste início de semana, em uma junção de notícias envolvendo o coronavírus e a crise no mercado de petróleo, o mecanismo foi acionado mais uma vez: a sétima nos últimos 20 anos.

Cinco acionamentos anteriores do circuit breaker foram feitos no auge da crise financeira mundial, em 2008. As outras fatídicas datas foram no chamado “Joesley day”, a crise que envolveu a delação do ex-executivo da JBS contra o ex-presidente Michel Temer, em 2017, e hoje, como pudemos presenciar. Em diversas outras datas também houve forte turbulência no mercado nacional, mas que não atingiu os critérios para o acionamento do mecanismo.

Baseado na oscilação do Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, o circuit breaker da B3 tem três estágios, que obedecem a três percentuais de desvalorização. Primeiro: quando o Ibovespa desvalorizar até 10% em relação ao valor de fechamento do índice do dia anterior, a negociação é interrompida por 30 minutos. Num segundo momento, reabertas as negociações, se a queda prosseguir e chegar a oscilação negativa de 15%, o mecanismo volta a ser acionado, desta vez por uma hora. Numa terceira etapa, mais uma vez retomadas as operações, caso a variação do Ibovespa atinja -20%, a B3 pode determinar a suspensão das negociações por um período a ser definido.

O que se viu nessa segunda-feira foi o acionamento do circuit breaker por causa da queda do Ibovespa aos -10%, mas na retomada o recuou não foi tão acentuado a ponto de provocar a segunda suspensão.

O cenário do circuit breaker de 2020

Desta vez, há grandes preocupações acerca do crescimento global. Como temos visto diariamente nos noticiários, os impactos do coronavírus ainda não são totalmente conhecidos, mas indicadores da China do mês passado já apontam que serão fortes. Na Itália e em outros países da Europa também se acredita que números ruins serão reportados em breve. Nos EUA, o Banco Central do país tomou drástica medida recentemente visando conter uma piora na economia local: anunciou corte extraordinário de 0,5% da taxa de juros antes mesmo da reunião programada para dia 18 desse mês.

Ademais, após reunião da OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), russos e árabes não chegaram a um acordo sobre medidas a serem tomadas no curto prazo e, por essa razão, a Arábia Saudita anunciou corte nos preços do barril do petróleo. Com isso, a commodity abriu em baixa de 25% ontem no mercado futuro e chegou a recuar mais de 30%, determinando a maior queda desde 1991, por causa da Guerra do Golfo.

Ainda falando em números que chegaram a espantar o mercado nesta segunda-feira, o S&P500, índice que compõe as 500 principais empresas dos EUA, chegou a recuar 7%, o que também determinou seu fechamento por alguns minutos. Nas bolsas europeias, por exemplo, mercados como Alemanha, Reino Unido e França recuaram cerca de 8%, enquanto na Itália (um dos países mais impactados pelo coronavírus nesse momento) a queda foi maior ainda: de 11,2%.

Voltando ao cenário nacional, as principais quedas do dia foram essencialmente de empresas ligadas as commodities como a própria Petrobras (-29,7%), sendo o pior dia de negociação do ativo desde o início do Plano Real. Dentre todas as 73 ações que compõem o Ibovespa, nenhuma encerrou no positivo. No mercado de câmbio os fatos recentes também repercutiram, e muito. O dólar se valorizou ainda mais perante todas as moedas de mercados emergentes, em especial em relação ao Rublo (Rússia), Peso (México) e Real (Brasil), que se desvalorizaram 9%, 5% e 3% respectivamente.

Mesmo diante desse quadro de incertezas pela frente, sigo destacando aquilo que escrevi aqui na coluna anterior: que aqueles que mantiverem suas estratégias e disciplina serão naturalmente recompensados no médio ou longo prazo. Há uma grande diferença entre ser trader e investidor e este último, em momentos como este, aproveita para buscar as melhores oportunidades. Já estamos no auge da crise e, portanto, no fundo do mercado no curto prazo? Isso somente o tempo dirá, mas vá com calma, aos poucos, com frieza, seguindo aquilo que o mercado de renda variável mais pode lhe proporcionar: ganhos muito acima do retorno da taxa de juros no longo prazo.

Conteúdo editado por:Cristina Seciuk
3 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]
Tudo sobre:

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 3 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • A

    Alex Fox

    ± 6 horas

    É difícil ter calma nessas horas. Eu invisto sistematicamente na bolsa há pelo menos 3 anos e desde o carnaval vi meus lucros de todo esse período praticamente sumirem. Eu imagino quem entrou na bolsa no começo de 2020 (diziam que era o ano da bolsa)...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • N

      Nekara

      ± 5 horas

      Então meu amigo, eu acabei de colocar mais um pouquinho na bolsa após a queda. Com certeza vou ganhar na valorização dos próximos meses. Se vc vender sua posição desvalorizada, vai realizar perda. Se mantiver calma e segurar sua posição, ela vai voltar. Isso está provado no histórico da bolsa.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • O

    Oliveira

    ± 20 horas

    Circuit braker não resolve nada. Deveria era deixar o pau comer solto.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.