Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Ainda sobre o frio em Curitiba. O que estaria acontecendo? Um amigo do amigo Sandoval parece que matou a charada:

– Deve ter dado pane no sistema de aquecimento global…

Uma coisa, no entanto, está confirmada: o trânsito conseguiu ficar mais caótico. Única surpresa, já que se pensava não haver mais espaço para loucuras ao volante.

Sobre os malucos ao volante, professor Afronsius já concluiu:

– Há quem ache que, acelerando, pisando fundo, fugirá do frio. O mesmo, aliás, acontece em dias de chuva.

Nem as folhosas escapam

No breve dedo de prosa junto à cerca (viva) da mansão da Vila Piroquinha, professor Afronsius, Natureza Morta e Beronha comentaram outros efeitos do frio. Um deles afeta o bolso. Segundo levantamento nas feiras, as hortaliças folhosas – sim, elas existem – já subiram. O repolho, quem diria, teve a maior alta: 50%.

– Pulou de R$ 0,36 para R$ 0,55!

Beronha, nosso anti-herói de plantão, não esconde a sua preocupação. Não com o repolho, mas com ao cafezinho, a caninha com Underberg.

– Ainda bem que, cidadão consciente e exemplar, Rosbife, o feliz proprietário do Bar VIP, congelou os preços.

Pano (de lã) rápido.

ENQUANTO ISSO...

27 julho

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]