Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Vitrine virtual
| Foto:

O começo de 2021 não está sendo fácil para quem busca uma oportunidade no mercado de trabalho. Com o avanço da Covid-19, ações restritivas estão sendo adotadas em estados e municípios. Ao mesmo tempo em que é uma medida, a meu ver necessária, o lockdown tem efeitos colaterais. Um remédio amargo, porém, até que tenhamos a vacina para a maioria, é o que se mostra mais eficaz para tentar reduzir o contágio.

Mas mesmo neste período, a você que procura emprego ou que pretende fazer uma troca de empresa ou área, digo: não pare com seu projeto. Adapte-se. Enquanto não for possível fazer conversas presenciais, um relacionamento em um café, uma conversa em um evento, encontre meios de permanecer na vitrine.

Não vou inventar a roda. Vamos direto ao assunto: o que temos para hoje como eficaz - e digo isso porque trabalho diariamente com essa ferramenta - é o uso da rede LinkedIn para expor seu perfil profissional. Para melhor usá-la, deixo a você algumas dicas na visão de quem analisa candidatos por meio desta ferramenta a todo momento.

1 – Mantenha sua página atualizada e com um aspecto visual gostoso de navegar. Uma boa foto de perfil lhe dará muitos pontos. Qual a melhor foto? Aquela que melhor traduz a sua intenção profissional.

2 – Use o espaço abaixo do seu nome, no perfil, para inserir função e área em que atua ou deseja atuar, pois são esses os termos que mais usamos como recrutadores para procurar possíveis candidatos.

3 – Nos campos ‘Sobre’ e ‘Experiência’, evite copiar e colar o que você tem no seu currículo. Encontre formas mais modernas como, por exemplo, usar do artifício do storytelling, que é uma maneira de relatar a sua experiência por meio de uma sucinta contação de história.

4 – Mantenha a página atualizada, com informações relevantes, é claro! Interaja, conecte-se e, quando possível, ajude os colegas da plataforma.

Siga essas dicas e certamente isso tudo vai lhe dar uma boa visibilidade nestes tempos difíceis para o mercado de trabalho. Torço por você!

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]