Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • E

    Ewerton CAETANO

    ± 9 dias

    O teste de carbono 14 de 1988, de resultado agora bastante duvidoso, deve ser contrastado com um grande número de resultados de outros campos de pesquisa científica que vão contra suas conclusões e apontam uma origem bem anterior para o Sudário de Turim. O mistério continua e se aprofunda. Como bem aponta o autor da matéria, para quem tem fé, os indícios confirmam que o Sudário é o pano que envolveu o corpo de Jesus no sepulcro. Para quem não tem fé, nenhuma prova parecerá suficiente.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • G

    Gustavo

    ± 9 dias

    A alegada contaminação seria fruto da manipulação do tecido pelas mãos, que teriam depositado sujeira recente ao tecido e a data resultante seria um meio termo entre o tecido antigo e sujeira moderna. Essa hipótese é inconsistente, pois o peso da sujeira que mancha o tecido deve ter uma massa de ao menos 100x menor que o tecido e composta principalmente por terra que praticamente não contém carbono, que é o que se mede. no meu posto de vista esse contaminação não deve ser responsável por mais do que 10 ou 20 anos de imprecisão

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marcos Pena Júnior

    ± 9 dias

    Excelente texto, Marcio. Descrição e comentário sem paixões (que só embaralham a análise). De quebra, um texto muito fluido e bacana de ler. Parabéns!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    antonio sergio ferreira baptista

    ± 9 dias

    As mentiras sobre o chamado Santo Sudário nunca cessam. Tentam provar que essa farsa é real. São esforços puramente patéticos. Chega a cansar discutir tais bobagens.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • D

    Denise Brum

    ± 9 dias

    Eu queria mesmo que fosse provado que esse pano cobriu Jesus Cristo. Quem sabe mais pessoas creiam e seguiriam seus Passos? Que Jesus morreu todos concordam, o porque ele morreu é que interessa.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    Wilbur Archibald III

    ± 11 dias

    O santo sudário é apócrifo. Ponto final.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.