PUBLICIDADE
Rodrigo Turra, da Redirect Digital Marketing: aos 38 anos, mudanças na carreira e na família |
Rodrigo Turra, da Redirect Digital Marketing: aos 38 anos, mudanças na carreira e na família
oportunidades

Os negócios e as fases da vida

Consultoria avalia que a idade do futuro empresário influencia na hora de abrir um negócio

Os negócios e as fases da vida Ampliar

Para abrir uma empresa não há idade, é certo, mas cada momento da vida do empreendedor tem características próprias que devem ser levadas em consideração na hora de empreender. Quem conhece melhor a si mesmo pode aproveitar de forma mais objetiva os pontos positivos e negativos de cada faixa etária – o perfil não vale como regra, mas são indicativos de caminhos que podem ajudar ou atrapalhar o empreendedor.

Dos 30 aos 40 anos, o profissional tende a ser mais cauteloso e, com uma reserva de capital, se permite a arriscar. Nessa idade, porém, é que muitos estão constituindo família, o que pode desviar o foco nos negócios.

Foi nesse momento que o empresário Rodrigo Turra, na época com 38 anos, criou a agência de marketing digital Redirect Digital Marketing. O momento profissional era propício: havia passado por um cargo executivo em uma grande empresa e foi sócio em uma agência que abria um escritório em Curitiba, o que lhe permitiu um contato maior com o empreendedorismo.

Hoje, aos 42, ele lembra que, quando se tornou sócio da empresa, tinha acabado de se casar. Quando abriu a própria agência, seu filho nasceu. Apesar dos eventos familiares, Turra não perdeu o foco no negócio. “Em um primeiro momento foi um risco na carreira, ainda mais no primeiro ano de casamento. Com o filho, há mais temores, mas com dedicação e reserva, eles passam a ser mais calculados. Há um medo de entrar, mas no dia a dia o risco continua. É preciso aprender a andar na corda bamba”, ressalta.

Segundo José Gava Neto, gerente de Programas Estaduais do Sebrae-PR, a experiência ajuda a medir os possíveis problemas. Ele lembra, porém, que os mais jovens estão conseguindo conquistar espaço, com custos baixos e sem grandes riscos, graças à internet. “Os problemas, seja para os mais jovens ou mais velhos, começam a aparecer quando a empresa começa a crescer. Não há idade para empreender, mas em todos os casos é necessário planejamento”, pondera.

Para o presidente da Fran Systems, Batista Gigliotti, os empreendedores não devem arriscar mais de 30% do seu patrimônio na nova empresa – principalmente se eles tiverem mais de 40 anos, idade na qual um erro pode ser difícil de ser reparado. “Para evitar riscos, em qualquer idade, é preciso sempre um bom plano de negócios. Com isso, qualquer empreendedor pode fazer dar certo a empresa”, ressalta.

PUBLICIDADE
    • SELECIONADO PELO EDITOR
    • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
    • QUEM MAIS COMENTOU
    Assine a Gazeta do Povo
    • A Cobertura Mais Completa
      Gazeta do Povo

      A Cobertura Mais Completa

      Assine o plano completo da Gazeta do Povo e receba as edições impressas todos os dias da semana + acesso ilimitado no celular, computador e tablet. Tenha a cobertura mais completa do Paraná com a opinião e credibilidade dos melhores colunistas!

      Tudo isso por apenas

      12x de
      R$49,90

      Assine agora!
    • Experimente o Digital de Graça
      Gazeta do Povo

      Experimente o Digital de Graça!

      Assine agora o plano digital e tenha acesso ilimitado da Gazeta do Povo no aplicativo tablet, celular e computador. E mais: o primeiro mês é gratuito sem qualquer compromisso de continuidade!

      Após o período teste,
      você paga apenas

      R$29,90
      por mês!

      Quero Experimentar
    VOLTAR AO TOPO