PUBLICIDADE
Série B

Clássico em duas rotações

Vindo de três vitórias, Atlético experimenta leveza rara na Segundona. Paraná busca retomar fôlego perdido com semana ruim longe da Vila Capanema

Texto publicado na edição impressa de 20 de agosto de 2012

Atlético e Paraná já disputaram clássicos pelo Paranaense, pela Série A e na extinta Copa Sul-Minas. A partida do próximo sábado, na Vila Capanema, será a primeira na Série B. Um encontro inédito e fundamental para determinar como os rivais entram no segundo turno da competição. E que será precedido por semanas distintas nos dois clubes.

O Atlético experimenta uma leveza rara na temporada. Com três vitórias seguidas, o clube entra na preparação para o clássico sob expectativa da efetivação de Ricardo Drubscky. À frente da equipe nesta série invicta, o interino conta com o apoio do elenco e a simpatia da presidência rubro-negra, além de ver reduzida a resistência a seu trabalho em algumas alas da diretoria.

“A gente tem mostrado uma evolução desde o jogo contra o América-RN. Os treinamentos estão fluindo. Vieram alguns jogadores, também, que deram uma confiança no vestiário”, afirmou Drubscky, que viu o jogo contra o Criciúma, vencido por 1 a 0, como um símbolo do atual momento atleticano.

“Fizemos um primeiro tempo muito bom, não sofremos basicamente nada. No segundo, apesar de ter um jogador a mais, fica sempre a situação de estar reconquistando a posição entre os grandes da divisão. Ainda estamos passando por aquela fase de dificuldade, de dúvida”, avaliou.

O clássico será disputado exatamente no momento em que o Atlético interrompe uma longa série de rodadas em que terminou atrás do rival na tabela. Entre a 7.ª e a 16.ª, o Tricolor foi o melhor paranaense na Série B. O Rubro-Negro reverteu esta ordem nas duas últimas. Consequência do desempenho ruim dos paranistas contra Ipatinga e ASA.

“Fizemos um ponto, mas não foi o suficiente. O objetivo não foi alcançado naquilo que eu imaginava. É muito pouco para dois jogos que fizemos fora. Temos que trabalhar para o clássico, porque precisamos vencer. Temos que aprender com a partida”, comentou Ricardinho em Arapiraca.

Vencer o clássico é o impulso que Ricardinho espera para, no returno, melhorar o rendimento também fora de casa. Apesar disso, o técnico paranista prefere tirar a pressão do seu primeiro clássico no banco de reservas.

“Na teoria, o momento é importante, mas o que resolve um clássico é o jogo em si. O Atlético evoluiu nas últimas rodadas. Ainda não conseguimos esse nível [de vencer fora], mas em casa ainda somos melhores”, avaliou.

O clássico também será especial para João Paulo. Destaque do Atlético na vitória sobre o Criciúma, o volante defendeu o Paraná em 2010. “O Paraná é uma grande equipe, está fazendo um bom campeonato, mas a gente vai descansar, pra sair com a vitória e pontuar, que é o importante”, comentou.

Estádio

Fora de campo, a semana também será movimentada para os rivais. Após longas negociações com o Paraná para jogar na Vila Olímpica do Boqueirão, o Atlético deve confirmar o Ecoestádio Janguito Malucelli como sua casa para o returno da Série B. O campo do J. Malucelli receberá arquibancadas tubulares que aumentarão sua capacidade para 10 mil lugares.

Para atuar no Boqueirão, o Atlético já havia aceitado investir R$ 700 mil em melhorias no estádio. O impasse estava no valor do aluguel: paranistas queriam R$ 25 mil por jogo, atleticanos aceitavam desembolsar R$ 15 mil.

Os valores envolvidos na ida para o Ecoestádio não foram revelados, mas sexta-feira, em entrevista à Rádio 98 FM, o presidente de honra do Jotinha, Joel Malucelli, disse que “o dinheiro do aluguel não é problema”.

PUBLICIDADE
    • SELECIONADO PELO EDITOR
    • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
    • QUEM MAIS COMENTOU
    Assine a Gazeta do Povo
    • A Cobertura Mais Completa
      Gazeta do Povo

      A Cobertura Mais Completa

      Assine o plano completo da Gazeta do Povo e receba as edições impressas todos os dias da semana + acesso ilimitado no celular, computador e tablet. Tenha a cobertura mais completa do Paraná com a opinião e credibilidade dos melhores colunistas!

      Tudo isso por apenas

      12x de
      R$49,90

      Assine agora!
    • Experimente o Digital de Graça
      Gazeta do Povo

      Experimente o Digital de Graça!

      Assine agora o plano digital e tenha acesso ilimitado da Gazeta do Povo no aplicativo tablet, celular e computador. E mais: o primeiro mês é gratuito sem qualquer compromisso de continuidade!

      Após o período teste,
      você paga apenas

      R$29,90
      por mês!

      Quero Experimentar
    VOLTAR AO TOPO