Assinaturas Classificados
Assinaturas

Publicidade
Hungria

Criminoso nazista mais procurado do mundo é encontrado em Budapeste

Laszlo Csatary, 97 anos, é acusado de cumplicidade na morte de 15.700 judeus durante a Segunda Guerra Mundial

15/07/2012 | 15:51 |
  • Comentários

O criminoso nazista mais procurado do mundo, Laszlo Csatary, 97 anos, acusado de cumplicidade na morte de 15.700 judeus durante a Segunda Guerra Mundial, foi encontrado em Budapeste, anunciou neste domingo o diretor do escritório do Centro Wiesenthal em Israel.

"Confirmo que Laszlo Csatary foi identificado em Budapeste", declarou à AFP Efraim Zuroff. "O 'The Sun' pôde fotografá-lo e filmá-lo graças a informações que fornecemos em setembro de 2011", acrescentou.

"Há 10 meses, um informante nos deu elementos que nos permitiram localizar Laszlo Csatary em Budapeste. Este informante recebeu 25 mil dólares que prometemos em troca de informações que permitam encontrar criminosos nazistas", disse Zuroff.

As informações sobre o paradeiro de Csatary foram enviadas em setembro de 2011 à promotoria da capital húngara. O vice-procurador de Budapeste, Jenö Varga, não confirmou a informação, limitando-se a declarar que "existe uma investigação em andamento. A promotoria está estudando as informações recebidas."

      • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
      • QUEM MAIS COMENTOU
      Publicidade
      Publicidade
      Publicidade
      «

      Onde e quando quiser

      Tenha a Gazeta do Povo a sua disposição com o Plano Completo de assinatura.

      Nele, você recebe o jornal em casa, tem acesso a todo conteúdo do site no computador, no smartphone e faz o download das edições da Gazeta no tablet. Tudo por apenas R$ 69,30 por mês no plano anual.

      SAIBA MAIS

      Passaporte para o digital

      Só o assinante Gazeta do Povo Digital tem acesso exclusivo ao conteúdo do site, sem nenhum custo adicional ou limite.

      Navegue com seu celular ou baixe todas as edições no tablet - um novo jeito de ler jornal onde você estiver.

      CLIQUE E FAÇA PARTE DESSE NOVO MUNDO

      »
      publicidade