Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Região de Maringá

Moradores de Paiçandu realizam protesto contra a corrupção nesta segunda

Além de apoio ao movimento nacional de protestos, ato tem objetivo de chamar atenção da Câmara sobre situação política da cidade

  • Tatiane Salvatico, da Gazeta Maringá
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Paiçandu, a cerca de 15 quilômetros de Maringá, será o primeiro município a realizar protestos na região Noroeste nesta semana. O ato acompanha a semana de manifestações agendadas em mais de 200 cidades do mundo em apoio aos protestos contra o reajuste na passagem de ônibus e a repressão policial aos manifestantes de São Paulo e Rio de Janeiro na última semana.

A organizadora do evento em Paiçandu, que prefere ser identificada apenas pelo nome de Cristiane, afirmou que o ato deve reunir pelo menos 100 manifestantes. O protesto foi marcado para as 19h30 desta segunda-feira (17). O objetivo é chamar atenção para a corrupção e ineficiência do serviço público municipal.

Cristiane explica que os manifestantes irão vestidos de preto em frente à Câmara Municipal de Paiçandu. “Vamos fazer um protesto silencioso de repúdio à situação da política de Paiçandu.” Entre as irregularidades apontadas pela organizadora do protesto, estão os servidores públicos denunciados pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), mas que continuam em seus cargos públicos, e creches construídas, mas que não foram entregues à população, por exemplo.

“Queremos chamar atenção da Câmara para que eles tomem uma atitude e investiguem verdadeiramente a corrupção que assola nossa cidade. A situação atual de Paiçandu é vergonhosa”, defendeu.

De acordo com o sargento da Polícia Militar Gilberto Felipe, uma equipe de cinco policiais militares deve acompanhar a manifestação desta noite. “Inicialmente vamos destacar uma equipe pequena, pois acreditamos que o protesto deve ser realizado de maneira pacífica.” No entanto, o sargento afirma que o 4º Batalhão de Polícia Militar, em Maringá, está ciente da manifestação e poderá ser acionado caso o ato se torne violento.

Além de Paiçandu, Maringá também deve realizar uma manifestação na terça-feira (18). Na página oficial do protesto no Facebook, cerca de 4,3 mil pessoas haviam confirmado presença por volta das 17 horas horas desta segunda-feira (17). O ato deve ocorrer, também, em Campo Mourão, no sábado (22). Na página oficial do evento, cerca de 1,5 mil pessoas haviam confirmado a participação na manifestação até o mesmo horário desta segunda-feira (17).

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida e Cidadania

PUBLICIDADE