PUBLICIDADE
Anderson de Souza (dir) e outros dois rapazes acusados de assaltar uma farmácia no fim de semana são flagrados no momento em que entram no estabelecimento |
Anderson de Souza (dir) e outros dois rapazes acusados de assaltar uma farmácia no fim de semana são flagrados no momento em que entram no estabelecimento
Curitiba

Polícia divulga imagens de assalto a farmácia que resultou em morte de PM no Batel

Homem acusado de matar policial estava preso na Colônia Penal Agrícola e havia sido liberado pela Justiça para passar o fim de semana em casa

Polícia divulga imagens de assalto a farmácia que resultou em morte de PM no Batel Ampliar

Imagens de um assalto a uma farmácia realizado na noite do último sábado (13) no bairro Água Verde, em Curitiba, foram divulgadas pela polícia na tarde desta segunda-feira (15). Logo após o roubo, um dos supostos assaltantes matou um policial militar do Batalhão de Polícia de Trânsito de Curitiba (BPTran) no Batel.

As imagens mostram Anderson de Souza (camiseta branca e boné preto e branco), de 29 anos, e outros dois rapazes que teriam efetuado o assalto no momento em que eles entram na farmácia, por volta das 22h de sábado. Segundo informações da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR), o trio levou cerca de R$ 1,1 mil em dinheiro, a carteira de um cliente, caixas de chocolate e escovas de dente.

Segundo a polícia, os ladrões fugiram do estabelecimento, localizado na Avenida Iguaçu, em um Corsa dirigido por Rodrigo da Silva Tenório, 19. Os quatro foram perseguidos por uma equipe da PM que havia sido avisada do roubo. Durante a perseguição, um dos assaltantes teria pulado do carro. Outros dois tentaram fugir a pé, quando o veículo parou em um congestionamento na Avenida Batel. Tenório acabou detido pela polícia e na casa dele as autoridades encontraram um revólver calibre 38, uma bucha de maconha e outra de cocaína.

Anderson de Souza, que havia fugido, foi capturado e rendido pelo policial Fabiano Neves, de 33 anos. “Ele já tinha parado o suspeito, mas, no momento em que foi imobilizá-lo, o rapaz conseguiu reagir, tirou a arma do PM e o matou”, afirma o delegado titular da DFR, Luiz Carlos Oliveira. Depois de atirar no PM, Souza trocou tiros com outro policial e foi baleado. Ele foi levado para o Hospital Evangélico e não corre risco de morte. Com o homem, foram encontrados um revólver e uma pistola ponto 40 que pertencia ao policial morto.

Os dois rapazes que aparecem na foto junto com Souza são os que estão foragidos. Quem tiver alguma informação sobre os suspeitos pode ligar para a DFR no número (41) 3218-6100. Não é preciso se identificar.

“Spa de marginais”

A polícia apurou que Souza estava preso na Colônia Penal Agrícola (CPA), em Piraquara, na região metropolitana, onde respondia por roubo. Neste último fim de semana, ele havia sido liberado pela Justiça para passar o sábado e o domingo em casa com a família.

Detentos da CPA envolvidos em delitos na capital. Esta situação é muito comum, segundo o delegado Oliveira. Ele afirma que cerca de 60% das ocorrências atendidas pela DFR tem algum tipo de relação com presos da CPA. “A Colônia (Penal Agrícola) é um verdadeiro spa para os marginais. Muitos fogem ou então saem para o fim de semana, cometem crimes e voltam para lá sem nenhum problema. Estamos cansados de presenciar esta situação”, diz o delegado.

Tenório vai responder por roubo, porte ilegal de arma e posse de substância entorpecente. O homem acusado de atirar no policial será indiciado por roubo e homicídio. Depois que ele receber alta no hospital, deve ser encaminhado para a carceragem da DFR, onde o outro suspeito já está detido.

PUBLICIDADE
    • SELECIONADO PELO EDITOR
    • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
    • QUEM MAIS COMENTOU
    Assine a Gazeta do Povo
    • A Cobertura Mais Completa
      Gazeta do Povo

      A Cobertura Mais Completa

      Assine o plano completo da Gazeta do Povo e receba as edições impressas todos os dias da semana + acesso ilimitado no celular, computador e tablet. Tenha a cobertura mais completa do Paraná com a opinião e credibilidade dos melhores colunistas!

      Tudo isso por apenas

      12x de
      R$49,90

      Assine agora!
    • Experimente o Digital de Graça
      Gazeta do Povo

      Experimente o Digital de Graça!

      Assine agora o plano digital e tenha acesso ilimitado da Gazeta do Povo no aplicativo tablet, celular e computador. E mais: o primeiro mês é gratuito sem qualquer compromisso de continuidade!

      Após o período teste,
      você paga apenas

      R$29,90
      por mês!

      Quero Experimentar
    VOLTAR AO TOPO