Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Lavoura de soja no Corn Belt. Depois de quebras sucessivas, região espera colheita arrebatadora. | Foto:christian Rizzi/gazeta Do Povo
Lavoura de soja no Corn Belt. Depois de quebras sucessivas, região espera colheita arrebatadora.| Foto: Foto:christian Rizzi/gazeta Do Povo

Uma safra gigante de soja está evoluindo bem nos Estados Unidos e, se a colheita se confirmar acima de 100 milhões de toneladas, o país terá condições de recuperar do Brasil a liderança na exportação, aponta novo relatório do Departamento de Agricultura norte-americano, o Usda. A liderança na produção, que o Brasil havia conquistado dois anos atrás, foi retomada na última temporada.

A safra 2014/15 dos EUA, que está em desenvolvimento, foi estimada em 103,4 milhões de toneladas no documento divulgado ontem. São 4,5 milhões a mais do que o previsto um mês atrás. Esse ajuste veio do cruzamento dos dados sobre o andamento das lavouras com a projeção de área, que passou a ser de 34,3 milhões de hectares após adição de 1,3 milhões de hectares pelo Usda no final de junho.

As exportações dos EUA foram previstas em 45,6 milhões de toneladas para o novo ano comercial (ante 44,2 milhões projetados em junho), contra 45 milhões de toneladas de vendas externas previstas para o Brasil. Esses números são revistos mensalmente.Derrubada

2,6% de queda no primeiro contrato da soja foram registrados ontem em Chicago após o surpreendente relatório do Usda. O bushel da commodity caiu a US$ 12,96, no décimo pregão de queda consecutivo. É o menor preço desde 5 de fevereiro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]