i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
inflação do leite

Produtores ganham ‘aumento’ de 10%, mas no mercado alta supera 22%

Após acumularem perdas de 20% no início do ano, produtores passam a receber mais pelo leite. No varejo, preço médio é de R$ 2,54%

  • PorDa redação
  • 06/05/2018 13:02
Produtor de leite em Umuarama, no interior do Paraná | Arquivo/
Gazeta do Povo
Produtor de leite em Umuarama, no interior do Paraná| Foto: Arquivo/ Gazeta do Povo

Os produtores de leite do Paraná estão, aos poucos, recuperando o capital perdido. Em janeiro o valor do litro recebido girava em R$ 1,05 - 12,5% a menos que o mesmo período de 2017 e 20,4% a menos que em julho do mesmo ano. Já em abril deste ano, a média foi de R$ 1,15 por litro - 9,5% a mais que o início de ano.

Os dados são do Departamento de Economia Rural do Paraná (Deral) e, conforme análise do médico veterinário Fábio Mezzadri, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Paraná (Seab), a reação no preço está ligada à queda na captação do produto e também à maior concorrência entre laticínios.

“De acordo com alguns levantamentos, a produção vem caindo desde dezembro de 2017. Segundo informações de algumas empresas do mercado, a produção aferida em dezembro de 2017 foi 3% a 4% menor do que os volumes produzidos em dezembro de 2016 (considerando os mesmos produtores)”, destacou o analista, em documento publicado pelo Deral.

Essa queda é reflexo de alguns fatores que começaram ainda em 2016, como a alta nos preços do milho e da soja, o que desestimulou a produção leiteira devido ao aumento dos custos de produção, na avaliação do especialista, que destaca ainda o decrescente consumo dos lácteos pelos supermercados.

Um dos impactos diretos dessa menor produção é a alta do leite UHT nos supermercados. Conforme levantamento do DERAL de janeiro a abril de 2018, o preço do produto subiu 22,1% no varejo. Entre março e abril, a ‘inflação do leite’ foi de 8%, com média passando de R$ 2,35 para R$ 2,54 por litro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.