NOVIDADE

Solução de inteligência preditiva para o agronegócio é lançada no SAP Forum Brasil

As tecnologias pioneiras de sensoriamento remoto para o setor foram apresentadas durante o maior evento de negócios e tecnologia da América Latina, em SP

Divulgação Na gestão avícola, por exemplo, os sensores são capazes de reunir diversas informações relacionadas à produção animal, como consumos de água e ração, umidade, temperatura, luminosidade, CO2, energia, peso diário, conversão alimentar e índices de mortalidade. | Divulgação

Na gestão avícola, por exemplo, os sensores são capazes de reunir diversas informações relacionadas à produção animal, como consumos de água e ração, umidade, temperatura, luminosidade, CO2, energia, peso diário, conversão alimentar e índices de mortalidade.

  • Da Redação

A consultoria especializada em estratégias de negócio e de tecnologia, SPRO IT Solutions, apresentou ao mercado uma solução pioneira que leva inteligência preditiva tanto para o agronegócio quanto para a indústria, durante o SAP Forum Brasil, o maior evento de negócios e tecnologia da América Latina, em São Paulo (SP), durante os dias 12 e 13 de setembro. Baseada em conceitos de Internet das Coisas (IoT), dados em nuvem e Big Data, a tecnologia conecta o produtor rural à agroindústria e vai além da simples automação de maquinários. A inovação faz parte do cenário do agronegócio 4.0 e da indústria 4.0, que permite a geração e análise de dados simultâneos tanto no campo quanto em processos industriais.

O desenvolvimento da tecnologia para o agronegócio foi possível após a aquisição de parte do capital societário, pela SPRO IT Solutions, de Curitiba (PR), da E-Aware Technologies, de Porto Alegre (RS), empresa criada dentro do grupo de pesquisa de Automação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). A organização desenvolve sensores sem fio de acordo com as especificidades de negócio para empresas de vários segmentos.

Na gestão avícola, por exemplo, os sensores são capazes de reunir diversas informações relacionadas à produção animal, como consumos de água e ração, umidade, temperatura, luminosidade, CO2, energia, peso diário, conversão alimentar e índices de mortalidade. Além de sensores de energia, a tecnologia conta com uma estação meteorológica conectada à internet para acompanhamento de variáveis climáticas, tais como temperatura e índice pluviométrico. Assim, por meio de sensores de ambiência de precisão, tanto o produtor rural quanto a agroindústria recebem informações em tempo real que são convertidas em alertas, em caso de desvios de qualquer processo. “Criando rotinas ágeis, ambos ganham em eficiência em toda a cadeia produtiva, reduzindo custos e perdas”, explica o presidente-executivo da SPRO IT Solutions, Almir Meinerz.

A tecnologia, aplicada em 2017 em granjas avícolas no interior do Paraná, atende também diversas atividades como a piscicultura, suinocultura e bovinocultura de leite. “Hoje, o produtor é o empresário do campo; e as cooperativas cumprem um papel essencial na produção brasileira. Este controle, aliado a sistemas de gestão, permite a estes atores tomadas de decisão rápidas, assertivas e seguras, em tempo real. O resultado é um aumento exponencial da produtividade”, complementa.

“Nem sempre há uma estrutura suficiente para distribuir e pulverizar a tecnologia no campo. Por isso, um dos pontos-chaves da tecnologia de sensoriamento é sua autonomia de energia e facilidade de instalação”, afirma o CEO da E-Aware Technologies, Jean Winter.

Winter conta que, na indústria, a tecnologia vai além da automação de maquinários, tornando os processos mais sustentáveis. “Por meio dos sensores, é possível diagnosticar, por exemplo, perdas ou desvios, manutenção mediante desgaste em máquinas e equipamentos, e realizar a medição de ambiência em diferentes setores, em tempo real. A indústria consegue, assim, solucionar qualquer problema antes mesmo de realizar sua manutenção preventiva”.

Siga o Agronegócio Gazeta do Povo

8 RECOMENDAÇÕES PARA VOCÊ

VOLTAR AO TOPO

NOTÍCIAS POR CULTURA