i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Pré-estreia

Com porte de médio, Arrizo 5 tem tecnologia e preço para peitar Virtus & cia

Sedã intermediário da Caoa Chery chega às lojas em novembro com motor 1.5 turboflex

  • PorRenyere Trovão
  • Jacareí (SP)*
  • 22/10/2018 16:28
O Arrizo 5 é o segundo produto da parceria entre a brasileira Caoa e a chinesa Chery. | Renyere Trovão / Gazeta do Povo
O Arrizo 5 é o segundo produto da parceria entre a brasileira Caoa e a chinesa Chery.| Foto: Renyere Trovão / Gazeta do Povo

A parceria entre a brasileira Caoa e a chinesa Chery debutou com o lançamento do Tiggo2, que já fez as vendas da marca chinesa triplicarem nos últimos meses - de 428 unidades em junho para 1,2 mil previstas para outubro.

O próximo passo desta união é o sedã Arrizo 5 (a pronúncia é com um ‘r’ só), que será lançado oficialmente no Salão de São Paulo, de 8 a 15 de novembro, com as vendas começando logo em seguida.

As lanternas possuem iluminação em led, assim como os faróis, luzes de neblina e repetidor de pisca no retrovisor.Renyere Trovão / Gazeta do Povo

O três volumes será produzido na fábrica de Jacareí (SP), como já acontece com o Tiggo2 e o subcompacto QQ. E se o ‘suvinho’ já impressionou pela evolução que essa parceria trouxe à marca chinesa, o Arrizo 5 mostra que é possível brigar com as tradicionais do mercado em nível de construção, tecnologia e equipamentos.

Na verdade o sedã intermediário, com porte de médio, tem atributos para dar um coceirinha em que pretende ter na garagem um Volkswagen Virtus, Fiat Cronos, Honda City ou Chevrolet Cobalt.

>> Caça supersônico da FAB à venda custa menos que um carro popular

 O pacote de equipamentos traz direção elétrica, multimída com tela de 7” e câmbio CVT.Caoa Chery / Divulgação

O preço estimado já o credencia a peitar essa turma: entre R$ 69 mil e R$ 79 mil - os valores oficiais só serão divulgados no salão paulista. 

Soma-se ainda o motor 1.5 turboflex 16V, com quatro cilindros, que rende bons 147/ 150 cv (gasolina/ etanol) e 19,4 kgfm de torque, disponíveis a 1.500 rpm. Ele estará associado ao câmbio automático do tipo CVT. Os bicos injetores são aquecidos, o que dispensam tanquinho da partida a frio.

>> Brasil pode banir das ruas carros movidos a gasolina, diesel e gás

O conjunto mecânico será o mesmo dos SUVs Tiggo 4 e Tiggo 5, que também estarão no salão e estreiam no mercado no início de 2019. Os utilitários serão montados na fábrica da Caoa em Anápolis (GO), onde hoje ela faz apenas os modelos da Hyundai - a fabricante é a importadora oficial no país dos carros da marca sul-coreana.

O Arrizo 5 também se destaca pelo tamanho. São 4,57 m de comprimento e 2,67 m de entre-eixos, números maiores que os do Virtus, por exemplo (4,48 m de comprimento e 2,65 m de entre-eixos). 

O porta-malas tem capacidade de 430 litros (já o Volks leva 521 l), enquanto o tanque de combustível comporta apenas 48 litros (o que significa paradas mais frequentas no posto de combustíveis).

A parceria espera vender cerca de 400 unidades ao mês do Arrizo 5.

>> Nova geração do Onix terá estreia antecipada e com motor 1.0 turboflex

O pacote de equipamentos do sedã da Caoa Chery é típico de modelos chineses. Confira:

Versão 1.5 turboflex RX 
  • Direção elétrica; ar-condicionado automático; iluminação em led nos faróis, lanternas, luzes de neblina e até no repetidor de pisca nos retrovisores; ajuste de altura dos faróis; rodas de liga aro 16; controle de estabilidade e de tração; assistente de partida em rampa; computador de bordo; monitoramento de pressão nos pneus; multimídia com tela de 7” com espelhamento para celular e câmera de ré; piloto automático; sensor de estacionamento; e acesso e travamento das portas sem chave e partida por botão. 
Versão 1.5 turboflex RXT
  • Agrega rodas de liga aro 17; airbags laterais dianteiros, acabamento em couro; e teto solar.
* O jornalista viajou a convite da Caoa Chery
SIGA O AUTO DA GAZETA NO INSTAGRAM
Visualizar esta foto no Instagram.

O Jeep Renegade passou por uma atualização visual e ganhou mais itens de série para continuar competitivo no acirrado segmento de SUVs compactos. Os preços variam de R$ 68.990 a R$ 136.990 na linha 2019. As principais alterações estão na dianteira e na central multimídia, que ficou maior e com conexão Android Auto e Apple CarPlay. O modelo exibe grade frontal com as sete fendas (entrada de ar) mais largas e para-choque da versão diesel para toda a linha. Os faróis ganharam um novo elemento retangular em seu interior e passam a ter iluminação em led nas versões Longitude (flex e diesel) e Trailhawk, bem como as luzes de neblina. Os motores e câmbios são os mesmos: 1.8 flex, de 139 cv e 19, 2 kgfm, com transmissão manual ou automática e tração 4x2, e o 2.0 turbodiesel, de 170 cv e 35,7 kgfm, associado à caixa automática de nove marchas e tração 4x4. Fotos: Renyere Trovão e FCA #jeep #renegade #suvcompacto #carro4x4 #renegade2019 #carros #veiculos #gazetadopovo #utilitarioesportivo

Uma publicação compartilhada por Automóveis Gazeta do Povo (@autogazetadopovo) em

A parceria entre a brasileira Caoa e a chinesa Chery debutou com o lançamento do Tiggo2 , que já fez as vendas da marca chinesa triplicarem nos últimos meses - de 428 unidades em junho para 1,2 mil previstas para outubro.

O próximo passo desta união é o sedã Arrizo 5 (a pronúncia é com um ‘r’ só), que será lançado oficialmente no Salão de São Paulo, de 8 a 15 de novembro, com as vendas começando logo em seguida.

As lanternas possuem iluminação em led, assim como os faróis, luzes de neblina e repetidor de pisca no retrovisor.Renyere Trovão  / Gazeta do Povo

O três volumes será produzido na fábrica de Jacareí (SP), como já acontece com o Tiggo2 e o subcompacto QQ. E se o ‘suvinho’ já impressionou pela evolução que essa parceria trouxe à marca chinesa, o Arrizo 5 mostra que é possível brigar com as tradicionais do mercado em nível de construção, tecnologia e equipamentos.

Na verdade o sedã intermediário, com porte de médio, tem atributos para dar um coceirinha em que pretende ter na garagem um Volkswagen Virtus, Fiat Cronos, Honda City ou Chevrolet Cobalt.

>> Caça supersônico da FAB à venda custa menos que um carro popular

 O pacote de equipamentos traz direção elétrica, multimída com tela de 7” e câmbio CVT.Caoa Chery  / Divulgação

O preço estimado já o credencia a peitar essa turma: entre R$ 69 mil e R$ 79 mil - os valores oficiais só serão divulgados no salão paulista. 

Soma-se ainda o motor 1.5 turboflex 16V, com quatro cilindros, que rende bons 147/ 150 cv (gasolina/ etanol) e 19,4 kgfm de torque, disponíveis a 1.500 rpm. Ele estará associado ao câmbio automático do tipo CVT. Os bicos injetores são aquecidos, o que dispensam tanquinho da partida a frio.

>> Brasil pode banir das ruas carros movidos a gasolina, diesel e gás

O conjunto mecânico será o mesmo dos SUVs Tiggo 4 e Tiggo 5, que também estarão no salão e estreiam no mercado no início de 2019. Os utilitários serão montados na fábrica da Caoa em Anápolis (GO), onde hoje ela faz apenas os modelos da Hyundai - a fabricante é a importadora oficial no país dos carros da marca sul-coreana.

O Arrizo 5 também se destaca pelo tamanho. São 4,57 m de comprimento e 2,67 m de entre-eixos, números maiores que os do Virtus, por exemplo (4,48 m de comprimento e 2,65 m de entre-eixos). 

O porta-malas tem capacidade de 430 litros (já o Volks leva 521 l), enquanto o tanque de combustível comporta apenas 48 litros (o que significa paradas mais frequentas no posto de combustíveis).

A parceria espera vender cerca de 400 unidades ao mês do Arrizo 5.

>> Nova geração do Onix terá estreia antecipada e com motor 1.0 turboflex

O pacote de equipamentos do sedã da Caoa Chery é típico de modelos chineses. Confira:

Versão 1.5 turboflex RX 
  • Direção elétrica; ar-condicionado automático; iluminação em led nos faróis, lanternas, luzes de neblina e até no repetidor de pisca nos retrovisores; ajuste de altura dos faróis; rodas de liga aro 16; controle de estabilidade e de tração; assistente de partida em rampa; computador de bordo; monitoramento de pressão nos pneus; multimídia com tela de 7” com espelhamento para celular e câmera de ré; piloto automático; sensor de estacionamento; e acesso e travamento das portas sem chave e partida por botão. 
Versão 1.5 turboflex RXT
  • Agrega rodas de liga aro 17; airbags laterais dianteiros, acabamento em couro; e teto solar.
* O jornalista viajou a convite da Caoa Chery
SIGA O AUTO DA GAZETA NO INSTAGRAM
Visualizar esta foto no Instagram.

O Jeep Renegade passou por uma atualização visual e ganhou mais itens de série para continuar competitivo no acirrado segmento de SUVs compactos. Os preços variam de R$ 68.990 a R$ 136.990 na linha 2019. As principais alterações estão na dianteira e na central multimídia, que ficou maior e com conexão Android Auto e Apple CarPlay. O modelo exibe grade frontal com as sete fendas (entrada de ar) mais largas e para-choque da versão diesel para toda a linha. Os faróis ganharam um novo elemento retangular em seu interior e passam a ter iluminação em led nas versões Longitude (flex e diesel) e Trailhawk, bem como as luzes de neblina. Os motores e câmbios são os mesmos: 1.8 flex, de 139 cv e 19, 2 kgfm, com transmissão manual ou automática e tração 4x2, e o 2.0 turbodiesel, de 170 cv e 35,7 kgfm, associado à caixa automática de nove marchas e tração 4x4. Fotos: Renyere Trovão e FCA #jeep #renegade #suvcompacto #carro4x4 #renegade2019 #carros #veiculos #gazetadopovo #utilitarioesportivo

Uma publicação compartilhada por Automóveis Gazeta do Povo (@autogazetadopovo) em

A parceria entre a brasileira Caoa e a chinesa Chery debutou com o lançamento do Tiggo2 , que já fez as vendas da marca chinesa triplicarem nos últimos meses - de 428 unidades em junho para 1,2 mil previstas para outubro.

O próximo passo desta união é o sedã Arrizo 5 (a pronúncia é com um ‘r’ só), que será lançado oficialmente no Salão de São Paulo, de 8 a 15 de novembro, com as vendas começando logo em seguida.

As lanternas possuem iluminação em led, assim como os faróis, luzes de neblina e repetidor de pisca no retrovisor.Renyere Trovão  / Gazeta do Povo

O três volumes será produzido na fábrica de Jacareí (SP), como já acontece com o Tiggo2 e o subcompacto QQ. E se o ‘suvinho’ já impressionou pela evolução que essa parceria trouxe à marca chinesa, o Arrizo 5 mostra que é possível brigar com as tradicionais do mercado em nível de construção, tecnologia e equipamentos.

Na verdade o sedã intermediário, com porte de médio, tem atributos para dar um coceirinha em que pretende ter na garagem um Volkswagen Virtus, Fiat Cronos, Honda City ou Chevrolet Cobalt.

>> Caça supersônico da FAB à venda custa menos que um carro popular

 O pacote de equipamentos traz direção elétrica, multimída com tela de 7” e câmbio CVT.Caoa Chery  / Divulgação

O preço estimado já o credencia a peitar essa turma: entre R$ 69 mil e R$ 79 mil - os valores oficiais só serão divulgados no salão paulista. 

Soma-se ainda o motor 1.5 turboflex 16V, com quatro cilindros, que rende bons 147/ 150 cv (gasolina/ etanol) e 19,4 kgfm de torque, disponíveis a 1.500 rpm. Ele estará associado ao câmbio automático do tipo CVT. Os bicos injetores são aquecidos, o que dispensam tanquinho da partida a frio.

>> Brasil pode banir das ruas carros movidos a gasolina, diesel e gás

O conjunto mecânico será o mesmo dos SUVs Tiggo 4 e Tiggo 5, que também estarão no salão e estreiam no mercado no início de 2019. Os utilitários serão montados na fábrica da Caoa em Anápolis (GO), onde hoje ela faz apenas os modelos da Hyundai - a fabricante é a importadora oficial no país dos carros da marca sul-coreana.

O Arrizo 5 também se destaca pelo tamanho. São 4,57 m de comprimento e 2,67 m de entre-eixos, números maiores que os do Virtus, por exemplo (4,48 m de comprimento e 2,65 m de entre-eixos). 

O porta-malas tem capacidade de 430 litros (já o Volks leva 521 l), enquanto o tanque de combustível comporta apenas 48 litros (o que significa paradas mais frequentas no posto de combustíveis).

A parceria espera vender cerca de 400 unidades ao mês do Arrizo 5.

>> Nova geração do Onix terá estreia antecipada e com motor 1.0 turboflex

O pacote de equipamentos do sedã da Caoa Chery é típico de modelos chineses. Confira:

Versão 1.5 turboflex RX 
  • Direção elétrica; ar-condicionado automático; iluminação em led nos faróis, lanternas, luzes de neblina e até no repetidor de pisca nos retrovisores; ajuste de altura dos faróis; rodas de liga aro 16; controle de estabilidade e de tração; assistente de partida em rampa; computador de bordo; monitoramento de pressão nos pneus; multimídia com tela de 7” com espelhamento para celular e câmera de ré; piloto automático; sensor de estacionamento; e acesso e travamento das portas sem chave e partida por botão. 
Versão 1.5 turboflex RXT
  • Agrega rodas de liga aro 17; airbags laterais dianteiros, acabamento em couro; e teto solar.
* O jornalista viajou a convite da Caoa Chery
SIGA O AUTO DA GAZETA NO INSTAGRAM
Visualizar esta foto no Instagram.

O Jeep Renegade passou por uma atualização visual e ganhou mais itens de série para continuar competitivo no acirrado segmento de SUVs compactos. Os preços variam de R$ 68.990 a R$ 136.990 na linha 2019. As principais alterações estão na dianteira e na central multimídia, que ficou maior e com conexão Android Auto e Apple CarPlay. O modelo exibe grade frontal com as sete fendas (entrada de ar) mais largas e para-choque da versão diesel para toda a linha. Os faróis ganharam um novo elemento retangular em seu interior e passam a ter iluminação em led nas versões Longitude (flex e diesel) e Trailhawk, bem como as luzes de neblina. Os motores e câmbios são os mesmos: 1.8 flex, de 139 cv e 19, 2 kgfm, com transmissão manual ou automática e tração 4x2, e o 2.0 turbodiesel, de 170 cv e 35,7 kgfm, associado à caixa automática de nove marchas e tração 4x4. Fotos: Renyere Trovão e FCA #jeep #renegade #suvcompacto #carro4x4 #renegade2019 #carros #veiculos #gazetadopovo #utilitarioesportivo

Uma publicação compartilhada por Automóveis Gazeta do Povo (@autogazetadopovo) em

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.