Restaurantes

Em Curitiba

Focaccias recheadas com queijos e embutidos são novidades na Rua Itupava

Figurate Focacceria serve seis sabores de sanduíche com massa de fermentação lenta e produtos da região metropolitana

por Flávia Schiochet Publicado em 25/05/2018 às 17h
Compartilhe

O centrinho gastronômico que se formou próximo ao trilho do trem, na Rua Itupava, em Curitiba, segue crescendo. Quem se soma ao endereço é a Figurate Focacceria, um estabelecimento que serve seis sabores de sanduíche feitos com o pão italiano. O Figurate começou a operar em soft opening em meados de maio e inaugura oficialmente no dia 26 de maio.

Pizzaria no shopping Novo Batel serve pizzas napolitanas e piadinas

Focaccia de cogumelos Paris, Portobello e shiitake. Foto: Marcos Campos, Divulgação

Focaccia de cogumelos Paris, Portobello e shiitake. Foto: Marcos Campos, Divulgação

A ideia do chef Henrique Campos veio do período em que morou na Itália. “Depois do expediente eu sempre comia um sanduíche de focaccia e tomava um chope”, conta Campos, sócio do Figurate com o chef Guilherme Felipe e o empresário João Vitor Bataglin.

Na massa de focaccia, trigo, água e levain, cultivado há três anos pela equipe. A fermentação leva 12 horas e os pães são assados à tarde, antes de a casa abrir. Os embutidos são da Salumeria Montebello, de Quatro Barras, e os queijos asiago, gorgonzola e emmenthal, da Colônia Witmarsum. A farinha de trigo, os legumes e as folhas são orgânicos.

Pizza e Whatafuck: conheça a trajetória de sucesso de dois ícones curitibanos

Os sócios do Figurate (a partir da esquerda): Henrique Campos, João Vitor Bataglin e Guilherme Felipe. Foto: Marcos Campos/Divulgação

Os sócios do Figurate (a partir da esquerda): Henrique Campos, João Vitor Bataglin e Guilherme Felipe. Foto: Marcos Campos/Divulgação

São seis sabores: presunto cru (culatello, emmenthal e rúcula, R$ 25), caprese (muçarela de búfala, rúcula, pesto de manjericão e tomat, R$ 22), al funghi (cogumelos Paris, shiitake e Portobello grelhados com creme de gorgonzola e mix de folhas, R$ 24), vegana (cenoura, cebola roxa e abobrinha grelhadas com babaganoush, R$ 18), Lombardia (salame, creme de gorgonzola e mix de folhas, R$ 22) e pancetta (pancetta, queijo asiago, rúcula, tomate e pimenta Tabasco, R$ 24).

Prainha da Itupava se consolida como polo da comida de rua

Periodicamente, o chef inclui um ou dois sabores além dos seis fixos. Antes de ser montada, a focaccia é cortada ao meio e aquecida na chapa para ficar com o miolo levemente crocante e morno. Na hora de comer, a dica de Guilherme é deixar a parte mais “cascuda” da focaccia para baixo. As focaccias são quadradas (12 x 12 cm) e também são vendidas sem recheio (R$ 12).

Os sanduíches montados na focaccia custam a partir de R$ 18 e levam ingredientes da região metropolitana, inclusive queijos e embutidos. Foto: Marcos Campos/Divulgação

Os sanduíches montados na focaccia custam a partir de R$ 18 e levam ingredientes da região metropolitana, inclusive queijos e embutidos. Foto: Marcos Campos/Divulgação

Para beber, uma carta de drinks montada pelo bartender Tarik Reis. Destaque para o gin tônica com fatia de laranja caramelizada com especiarias, Aperol spritz e negroni sbagliato. Completam a carta os coqueteis Jack’n Coke (Jack Daniel’s e Coca-Cola), Il Tricolore e Il Vecchio. As geleias e o limoncello são feitos na casa. Os drinks custam entre R$ 12 e R$ 17.

Há também quatro torneiras de chope da Way Beer, com pilsen fixo e três outros estilos variáveis (de R$ 8 a R$ 12, 300 ml e de R$ 12 a R$ 17, 500 ml). O vinho é vendido em taça (R$ 15) ou garrafa (R$ 55). Por ora, a casa trabalha com rótulos de tinto, branco e rosé da vinícola argentina Finca La Daniela.

Balcão do Figurate, onde são feitos os drinks. A cozinha fica no segundo andar. Foto: Marcos Campos/Divulgação

Balcão do Figurate, onde são feitos os drinks. A cozinha fica no segundo andar. Foto: Marcos Campos/Divulgação

Henrique Campos estudou Nutrição na Universidade Federal do Paraná e cursou gastronomia na PUC-PR. Pós-graduado em gestão e negócios, passou pelas cozinhas do restaurante Cantina do Délio, Taj, Luigi Pietro e estudou no ICIF, Instituto de Culinária Italiana para Estrangeiros, em Asti. Para concluir o curso, estagiou no Inkiostro, em Parma, com duas estrelas Michelin.

Serviço

Compartilhe

8 recomendações para você