Publicidade

Restaurantes

Inauguração

Novo bar oriental de Curitiba lança em Curitiba um sushi em formato de burrito

por

Chō Street Food inaugura nesta quarta, 14, com comidas tipicamente orientais para comer com as mãos

Compartilhe

Já imaginou a praticidade de um sushi em tamanho extra grande para comer com as mãos, em pé na calçada ou mesmo na mesa de um restaurante? Pois esse é o Sushibomb, a grande aposta do CHō Street Food, novo bar do Grupo Taj em parceria com o King Temaki, que será inaugurado nesta quarta, 14 de março no Shopping Hauer, um dos mais agitados roteiros de Curitiba na região do Batel e aposta na comida de rua oriental.

CONHEÇA O BOM GOURMET: NOTÍCIAS DE GASTRONOMIA, RECEITAS, DICAS E MUITO MAIS

O Sushibomb, destaque da casa, leva os mesmos ingredientes de um sushi, com alga, arroz japonês e acompanhamentos como alface, pepino e manga. O método de preparo é semelhante ao temaki, porém o visual final se parece mais com um burrito. “Esse prato já é um sucesso nos Estados Unidos [sushirrito], mas aqui no Brasil você encontra apenas em versões menores ou com pedaços já cortados. Vamos servir algo inédito para os curitibanos. Estamos apostando nessa ideia pois é ideal para comer na rua”, conta Alex Dallagnol, um dos empresários responsáveis pelo empreendimento.

Sushibomb Shrimpado (salmão cru, camarão empanado, alface e cream cheese – R$ 28). Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo.

Os sabores do Sushibomb são: Salmão Fila (salmão cru e cream cheese), Shrimpado (salmão cru e camarão empanado), Crazy Lombo (tiras de lombo empanado) e Salmão BBQ (salmão grelhado com molho barbecue). O lanche pode ser pedido no tamanho grande com preços de R$ 24 a R$ 28, ou metade, custando de R$ 16 a R$ 19. As complementos que fazem parte dos recheios dos lanches poderão ser sazonais ou ainda variar de acordo com o feedback do público durante os dias de inauguração. “Não queremos ter um cardápio totalmente fechado, esperamos essa troca com os clientes”, conta Alex.

> Curitiba ganha “ramen bar” contemporâneo com almoço executivo, drinks e petiscos

Bao de Porco (barriga de porco, picles de rabanete, maionese com repolho roxo e cebolinha – R$ 19). Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo.

Outro destaque do cardápio são os Baos, sanduíches feitos com os tradicionais pães orientais cozidos no vapor e recheados. O recheado com tsukune, que é semelhante a uma almôndega com temperos orientais custa R$ 15, o sanduíche com barriga de porco e picles de rabanete sai por R$ 19 e o lanche com costela bovina desfiada, R$ 18. Há também a opção do Bao vegetariano, feito com um mix de cogumelos e moyashi ao shoyo, no valor de R$ 18.

> Onde comer poke em Curitiba, o prato que vem do Havaí e conquistou o mundo

Robatas (espetinhos de frango, quiabo, tsukune e coração de frango). Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo.

O Cho Street Food servirá também Robatas, que são os tradicionais espetinhos japoneses assados na churrasqueira a carvão “Temos o espetinho de frango, coração de frango, e o tsukune, que é uma espécie de kafta, bolinhas de carne moída com temperos orientais. Dois espetinhos saem por R$ 10, havendo também o espetinho de quiabo, por R$ 8, com duas unidades. Todos recebem um molho yakitori a base de shoyo especial para cada sabor. Há também porções de Dedo de Porco (tiras de lombo empanado, que custam R$ 12) e Korokke (croquete de salmão por R$ 14 com seis unidades)

> Curitiba ganha minivila gastronômica de comida de rua no Centro

Porção de Dedo de Porco (tiras de lombo empanado – R$ 12). Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo.

No bar, uma seleção com variados tipos e marcas de saquês, indo dos mais suaves aos mais fortes, que também são o ingrediente de alguns drinks. O Golden Sunshine, por exemplo, leva saquê dourado, que é mais seco e limão siciliano (R$ 22). O Sake Umai é um drink versátil e já conhecido em outros países, feito com saquê saborizado de lichia ou romã (R$ 18). Ainda na carta de bebidas, o bar fez uma parceria exclusiva com a cervejaria Way Beer, e traz um chope com gengibre, notas de fermentado de arroz e açúcar de cana (R$ 11).

Bao de Costela (costela bovina desfiada, com picles, maionese temperada e cebolinha – R$ 18). Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo.

Além das comidas, cervejas e drinks, o restaurante conta com um fliperama CapCom Street Fighter II para animar os clientes. A proposta do local é levar a comida e a arte das cidades orientais como Japão, China e Tailândia. “Serviremos comida de rua de uma forma original e de certa forma exótica, por isso entendemos que esse é o local ideal para nossa ideia, com temperos intensos e produtos inéditos para um público que adora novas experiências”, afirma Alex.

Decoração do Chō Street Food traz elementos da arte e cultura das ruas do Japão. Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo.

A arquitetura é assinada pelo Studio Guilherme Bez, com destaque para o móvel que funciona como banco coletivo com cadeiras e bancos em madeira trabalhada, que imita a pele de tigre. Outro destaque da decoração é a grande e detalhada ilustração do artista Pablo Daniel, feita com canetas e que demorou quase dois meses para ser finalizada. Com decoração e cardápio típicos dos bares japoneses, o bar faz uma mescla de modernidade e tradição, retrato das grandes metrópoles orientais.

Parede assinada pelo artista Pablo Daniel traz elementos urbanos e contemporâneos. Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo.

Serviço

LEIA TAMBÉM

>> 5 sanduíches criados por chefs premiados

 

Compartilhe
Publicidade

Assine a Gazeta do Povo e receba mensalmente o Bom Gourmet.