Restaurantes

Cardápio espacial

Inspirado no universo, novo bar aposta em drinks e entradas para compartilhar

Cosmos G/astrobar abriu no mesmo sobrado onde funcionava outra histórica casa de coquetéis no Batel, em Curitiba

por Talita Boros Voitch Publicado em 09/11/2017 às 19h
Compartilhe

Imagine que ao invés de tomar o clássico Tom Collins, você experimenta um planetário Cosmo Collins com gim, limão siciliano, Curacao Blue e suco de amora (R$ 24). Ou quem sabe embarca para Netuno com um coquetel que mistura dois tipos de rum, o normal e o de coco, com suco de abacaxi e Curacao Blue (R$ 22). Se preferir também pode explorar o universo a bordo do Mars Rover, que mistura tequila com Steinhäeger, limão e goiabada da casa (R$ 22).

Gastrobar tem inspiração no universo. Por isso, boa parte dos drinks e dos pratos levam nomes curiosos que remetem a uma viagem pelo espaço. (Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo)

Gastrobar tem inspiração no universo. Por isso, boa parte dos drinks e dos pratos levam nomes curiosos que remetem a uma viagem pelo espaço. (Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo)

Esta é uma parte da carta de drinks do Cosmos G/astrobar, inaugurado há pouco tempo em um charmoso sobrado do Batel (onde funcionava antigamente o Le Voleur de Vélo). O bar tem inspiração no universo. Por isso, boa parte dos drinks e dos pratos do cardápio é batizado com nomes que remetem a uma viagem pelo espaço, assim como a decoração do salão que atende 40 pessoas sentadas.

O cardápio é assinado pelo chef Marcelo Amaral, do Lagundri, e tem influências da culinária latino-americana e asiática. Já o bartender Álan Rechetelo (ex-Hey Dragon, Tiger Cocktails e Le Voleur de Vélo) elaborou a carta de coquetéis, que possui somente variações de drinks clássicos, feitos com ingredientes diferentes e criativos.

O Raultini (R$ 26) é uma variação do Negroni, feito com Aperol ao invés de Campari, o que deixa a bebida mais leve e fácil de ser consumida. Ao todo, são 18 coquetéis na carta que partem de R$ 16. Um exemplo de drink no valor inicial é a Cynar Tônica, feito com o destilado italiano de alcachofra, suco de laranja e tônica.

  • Cosmo Collins é feito com gim, limão siciliano, Curacao Blue e suco de amora (R$ 24). (Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo)
  • Cynar Tônica é feita com o destilado italiano de alcachofra, suco de laranja e tônica (R$ 16). (Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo)
  • Lomo Saltado, 200 g de mignon salteado com cebola e pimentão e três tipos de batata, doce, inglesa e bolinha (R$ 45). (Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo)
  • Mermaid’s Hair leva suco de cupuaçú, xarope de beterraba feito na casa e gin (R$ 29)
  • Cosmo Collins é feito com gim, limão siciliano, Curacao Blue e suco de amora (R$ 24). (Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo)Cosmo Collins é feito com gim, limão siciliano, Curacao Blue e suco de amora (R$ 24). (Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo)
  • Mars Rover mistura tequila com Steinhäeger, limão e goiabada da casa (R$ 22). (Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo)
  • Cynar Tônica é feita com o destilado italiano de alcachofra, suco de laranja e tônica (R$ 16). (Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo)Cynar Tônica é feita com o destilado italiano de alcachofra, suco de laranja e tônica (R$ 16). (Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo)
  • Lomo Saltado, 200 g de mignon salteado com cebola e pimentão e três tipos de batata, doce, inglesa e bolinha (R$ 45). (Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo)Lomo Saltado, 200 g de mignon salteado com cebola e pimentão e três tipos de batata, doce, inglesa e bolinha (R$ 45). (Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo)
  • Dragon Burguer (R$ 20) é feito com um blend de lombo de porco, camarão e nori. (Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo)
  • Pasteis de Saturno são feitos com massa won ton frita recheada com cogumelo e queijos muçarela e parmesão serrano (R$ 18). (Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo)

Vale destacar, inclusive, que o foco do Cosmos é totalmente nos coquetéis. Não há na carta opções de outras bebidas alcoólicas como espumantes, vinhos ou cervejas. Pelo menos por enquanto. Os proprietários, a publicitária Jana Santos e o marido Ricardo Saad, são entusiastas da tendência de bares especializados em coquetéis. Os dois eram clientes do Le Voleur de Vélo, casa de coquetelaria internacional que funcionava no antigo ponto do Cosmos.

Para comer, há opções de entradas, ceviches, sanduíches e pratos principais, que são individuais. Destaque para o Dragon Burguer (R$ 20) feito com um blend de lombo de porco, camarão e nori. Tudo é picado na ponta da faca para dar textura ao hambúrguer, que acompanha ainda tomate, queijo, cebola roxa e batata chips com molho de tamarindo.

LEIA TAMBÉM

Vinho curitibano de R$ 65 ganha medalha de ouro na maior prova do Brasil

As frutas dominaram as cervejas e há versões com graviola, cupuaçu e melancia

Drinks feitos com refrigerantes artesanais são novidade em pub curitibano

As opções de entradas, todas compartilháveis, são as mais pedidas dos clientes. Entre elas estão os Pasteis de Saturno, feitos com massa won ton frita recheada com cogumelo e queijos  muçarela e parmesão serrano, acompanha um molho feito com molho de ostra, pimenta calabresa e vinagre de arroz (R$ 18).

Entre os pratos principais destaque para o Lomo Saltado, 200 g de mignon salteado com cebola e pimentão e três tipos de batata, doce, inglesa e bolinha. A carne é temperada com molho de peixe e ostra, pimenta calabresa e uma masala produzida na casa (R$ 45).

Serviço

Compartilhe

8 recomendações para você