Restaurantes

Tecnologia

Garçons robôs em restaurante na China

Um estabelecimento do leste chinês tem androides que servem pratos da culinária local aos clientes

por AFP Publicado em 25/08/2014 às 12h
Compartilhe
Robôs são os garçons de um restaurante no leste da China. Foto: Johannes Eisele / AFP.

Androides entregam os pratos aos clientes. Foto: Johannes Eisele / AFP.

Um pequeno restaurante, que abriu há poucas semanas em Kunshan, província de Jiangsu no leste chinês, oferece pratos emblemáticos da cozinha regional, mas o serviço não tem nada de tradicional. Dois robôs dão as boas-vindas à clientela e quatro pequenos androides levam às mesas seus pratos suculentos.

“Minha filha me pediu que fabricasse um robô porque queria livrar-se dos afazeres domésticos”, explicou à AFP Song Yugang, criador do estabelecimento. Foi então, ao mexer com robótica, que teve a ideia de criar funcionários mecânicos para seu restaurante.

Cada robô custa a Song cerca 4.000 yuanes (US$ 6.500 ou R$ 14.800 ), ou seja, o equivalente ao salário anual de um funcionário de carne e osso. “Os robôs entendem cerca de 40 frases e ordens cotidianas. E, principalmente, não ficam doente, não pedem férias”, acrescenta Song entusiasmado.

Segundo ele, basta carregar as baterias por duas horas diárias para ter uma autonomia de cinco horas. Este restaurante futurista não é o primeiro a abrir suas portas na China. Um estabelecimento com pessoal 100% robótico abriu suas portas em Harbin (nordeste) em 2012.

O preço da mão de obra na China aumentou de forma significativa nos últimos anos, incentivando as empresas a acelerar os processos de automatização.

Compartilhe

8 recomendações para você