Receitas & Pratos

Amanhã é dia 29

Nhoque da fortuna! Faça a melhor massa de Curitiba e aumente sua sorte para a Mega da Virada

O prato do restaurante La Varenne, elaborado pelos chefs Felipe Miyake e Mayra Batista, venceu a categoria Melhor Massa do Prêmio Bom Gourmet 2016

por Bom Gourmet Publicado em 28/12/2016 às 18h
Compartilhe
Foto: Vanessa Kosop/Divulgação

Foto: Vanessa Kosop/Divulgação

Amanhã (quinta) é 29/12, dia de comer nhoque da fortuna para atrair boas energias e ganhar mais dinheiro. Essa tradição é antiga e a simpatia garante que a fortuna vem aos que seguem à risca o que manda a regra.  Conta a lenda que São Pantaleão, num certo dia 29 de dezembro, vestido de andarilho, perambulava por um vilarejo da Itália. Faminto, bateu a porta de uma casa e pediu comida. A família era grande e tinha pouca comida, mas apesar disso, eles não se importaram em dividir o seu nhoque com o andarilho, cabendo a cada um 7 massinhas. São Pantaleão comeu, agradeceu a acolhida e se foi. Quando foram recolher os pratos, descobriram que embaixo de cada um havia bastante dinheiro. Por isso, tradicionalmente, todo dia 29 é dia do nhoque da fortuna ou da sorte, acompanhado do famoso ritual de colocar dinheiro sob o prato, comer os primeiros sete pedacinhos em pé, fazer um pedido para cada um deles e depois, comer à vontade.

A simpatia é simples: coloca-se uma nota de qualquer valor sob o prato com nhoque. Pode ser dólar, real ou qualquer moeda estrangeira. Em seguida fique de pé e concentre-se para iniciar o ritual. No prato, separe sete nhoques e coma um a um. Para cada nhoque, faça um pedido diferente. Depois, sente-se e saboreie o restante do prato, de preferência com um bom vinho italiano. O dinheiro colocado sob o prato deve ficar guardado até o próximo dia 29.

E nada melhor do que preparar um nhoque campeão para este ritual. O nhoque de mandioquinha com camarões é um dos pratos do cardápio do premiado restaurante francês La Varenne, em Curitiba. O preparo ganhou o título de melhor massa de Curitiba, no Prêmio Bom Gourmet 2016, realizado em setembro deste ano. Um dos pratos mais pedidos no restaurante, o gnocchi é feito apenas com mandioquinha, sem adição de batata. Com apenas 10% de farinha de trigo para dar liga, a massa tem consistência leve e sabor marcante do tubérculo. O molho é feito na hora, com a adição de todos os ingredientes na mesma frigideira, de acordo com o tempo de cocção de cada um (camarão, brócolis, alho, temperos e outros). O prato custa R$ 75.

Com exclusividade ao Bom Gourmet, os chefs do La Varenne Felipe Miyake e Mayra Batista revelam a receita do prato. Confira:

Compartilhe

8 recomendações para você