i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Novidade

Antigo cofre de banco em SP é transformado em bar

É preciso atravessar uma porta de 16 toneladas para entrar no Bar do Cofre, no porão no antigo prédio do Banespa

  • PorGuilherme Grandi
  • 11/02/2019 08:06
Antigo cofre de banco em SP é transformado em bar
| Foto: Carol Gherardi

Tido como o Empire State do Brasil, o antigo prédio do Banespa foi transformado em um espaço cultural no centro de São Paulo – o Farol Santander, e o cofre no subsolo virou um bar de drinks autorais guardado a sete chaves. É preciso atravessar uma porta de aço de 16 toneladas para entrar no local.

O bar preservou as características originais do cofre do banco. Foto: Carol Gherardi/divulgação.
O bar preservou as características originais do cofre do banco. Foto: Carol Gherardi/divulgação.| Carol Gherardi

Tocado pela equipe do bar SubAstor, considerado um dos 100 melhores endereços de coquetelaria do mundo, o Bar do Cofre mantém as características originais de quando era usado pelo Banco do Estado de São Paulo para guardar as maiores riquezas do Brasil. Lá estão até mesmo as mais de duas mil caixas de depósitos e grandes portas de aço que protegiam o patrimônio dos antigos industriais.

De acordo com um dos sócios do bar, o empresário Edgard Bueno da Costa, o espaço faz as pessoas se sentirem como em um filme de Hollywood. Não é difícil não lembrar de produções como Uma Saída de Mestre (2003) ou O Plano Perfeito (2006).

“Lembra um pouco essa coisa de assalto a banco e de aventura, mas também de um bar secreto em um lugar que está retomando a vida. As pessoas estão redescobrindo o centro velho de São Paulo”, explica.

>> Leia também: Moradores de São Paulo transformam suas casas em restaurantes no fim de semana

O cardápio do Bar do Cofre foi elaborado pelo bartender Fabio la Pietra e pelos chefs Marcelo Tanus e Laila Radice, com drinks e pratos que fazem parte da história do SubAstor. Há coquetéis a partir de R$ 34 como o The Hidden, que faz uma homenagem ao espaço (uísque, chá de rooibos – uma espécie de arbusto sul-africano, vermute tinto e bitter) e o Bijoux Caju (gin, vermute branco, falernum, limão taiti e mocororó – fermentado de caju).

A porção de croquetas de pupunha do Bar do Cofre. Foto: Carol Gherardi/divulgação.
A porção de croquetas de pupunha do Bar do Cofre. Foto: Carol Gherardi/divulgação.| Carol Gherardi

Entre os pratos baseados na culinária brasileira contemporânea, estão a croqueta de pupunha com queijo da Serra da Canastra e limão siciliano (R$ 31), a tostada de burrata (R$ 37) e o clássico Picadinho Astor, com filé mignon na ponta da faca, pastel de queijo, ovo frito, banana à milanesa e farofa (R$ 33).

Volta ao passado

Edgard conta que não foi fácil abrir um bar dentro de um cofre. A começar pelo fato de que todo o ambiente é tombado pelo patrimônio histórico, o que dificultou a instalação da rede de abastecimento de água e ar condicionado, por exemplo.

Um dos ambientes do bar é a sala com mais de duas mil gavetas onde eram depositadas as riquezas dos industriais de São Paulo. Foto: Carol Gherardi/divulgação.
Um dos ambientes do bar é a sala com mais de duas mil gavetas onde eram depositadas as riquezas dos industriais de São Paulo. Foto: Carol Gherardi/divulgação.| Carol Gherardi

“Você imagina que isso aqui é um cofre, com paredes grossas feitas há mais de meia década, então foi bem difícil de mexer. Mas tínhamos algumas coisas muito boas, como todo o mobiliário histórico e a própria estrutura de portas de aço e das grades. E alguns pontos podíamos mexer, então tem um balcão histórico iluminado que era do SubAstor, as cortinas de veludo em estilo antigo, e parte do acervo do prédio”, explica o empresário.

>> Leia também: Conheça 10 restaurantes imperdíveis em São Paulo

São três ambientes com mesas e cadeiras clássicas que comportam cerca de 100 pessoas, sendo um deles com painéis de LED no teto e um bar móvel. No outro estão as caixas de depósitos – hoje não mais usadas – que viraram adornos de decoração. Toda a restauração durou cinco meses.

Serviço:
Bar do Cofre – Rua João Brícola, 24, Centro (subsolo do Farol Santander). Abre de quinta a sábado, das 17h à 1h. Fone: (11) 3101-1217.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.