i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Alto da XV

No Jarro de Davi o almoço é buffet, executivo e à la carte

O restaurante, com a cozinha comandada pelo chef Francisco Salles, funciona em uma casa com dois pavimentos e trabalha apenas com almoço

  • PorFlávia Schiochet
  • 25/02/2016 18:00
No Jarro de Davi o almoço é buffet, executivo e à la carte
| Foto:
Restaurante tem capacidade para 80 pessoas. Fotos: Marina Kuroski/ divulgação
Restaurante tem capacidade para 80 pessoas. Fotos: Marina Kuroski/ divulgação

Em um almoço de sexta-feira no restaurante Jarro do Davi, na mesma mesa podem ser servidos um salmão na manteiga de camarão e legumes assados (R$ 35, individual), uma feijoada (R$ 25, buffet livre) e uma tilápia com molho de camarão e arroz (R$ 24). O que muda é o sistema de cada um: o primeiro é um dos pratos do cardápio à la carte. O segundo, parte do buffet livre da sexta-feira e o último, um prato do menu executivo (único fixo do cardápio). O  executivo muda toda semana. O à la carte, duas vezes por ano.

Tilápia com molho de camarão e arroz (R$ 24): prato do cardápio executivo.
Tilápia com molho de camarão e arroz (R$ 24): prato do cardápio executivo.

O restaurante, com a cozinha comandada pelo chef Francisco Salles, funciona em uma casa com dois pavimentos e trabalha apenas com almoço. O buffet é livre (R$ 25) e conta com dez pratos quentes e três opções de salada. É servido de segunda a sábado no segundo andar e o cliente pode escolher se prefere sentar no térreo ou no andar de cima, independentemente do serviço escolhido.

A princípio, o local surgiu como uma adega, o que explica a origem do nome: jarros eram o recipiente em que se armazenavam as uvas antigamente. O restaurante nasceu em Cascavel, no oeste do Paraná, e está há quatro anos em Curitiba – há dois funcionando no endereço do Alto da XV. A carta de vinhos conta com cerca de 40 rótulos (de R$ 29 a R$ 164) e também vende meias garrafas (de R$ 22 a R$ 37).

Dentre os principais pratos do menu à la carte, estão as entradas como a salada de pato com cogumelos frescos (R$ 18) e a de javali com folhas, castanha de caju e abóbora cabotiá grelhada (custa R$ 20). A cozinha flerta com a internacional, reunindo risotos, massas, bacalhau e uma receita de família, o pierogui ao molho Alfredo com mignon borboleta (R$ 30, individual). Tem menu kids com mignon ou frango a partir de R$ 26. De sobremesa, petit gâteau com sorvete de creme (R$ 16), tampeche de creme e frutas vermelhas (R$ 14).

***

Serviço
Rua Professor Brandão, 429, Alto da XV – (41) 3042-8557. Abre de segunda a sexta das 11h30 às 14h e aos sábados das 11h30 às 14h30. Capacidade para 80 pessoas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.