Restaurantes

Roteiro

Todos os sabores de Belém

Bom Gourmet passeou pela cidade que respira cozinha amazônica e revela bons endereços

por Flávia Schiochet Publicado em 13/11/2014 às 02h
Compartilhe

Na cidade da chuva, não tem tempo ruim. Há comida de rua, de restaurante ou de feira. Belém preza pela farinha e pelo peixe – e muito sal. Para matar a sede, sucos e sorvetes de frutas amazônicas. Conheça alguns dos endereços que transformaram a cidade em destino certo de chefs e apaixonados pela boa cozinha

Point do Açaí

Peixe frito com açaí. Foto: Oswaldo Forte/Divulgação

Peixe frito com açaí. Foto: Oswaldo Forte/Divulgação

Se quiser provar um típico peixe com açaí e ter conforto, vá ao Point do Açaí. Uma das unidades fica próximo à Cidade Velha, instalado em um antigo casarão. Para quem quer conhecer o prato de todo dia do belenense, o pirarucu frito com açaí e farinha d’água é uma boa pedida. Fica na Boulevard Castilhos França, 744, Campina – (91) 3212-2168.

 

Remanso do Bosque

Filhote assado na folha de bananeira com macaxeira, prato do Remanso do Bosque. Foto: Diana Figueroa/Divulgação

Filhote assado na folha de bananeira com macaxeira, prato do Remanso do Bosque. Foto: Diana Figueroa/Divulgação

O restaurante dos irmãos Thiago e Felipe Castanho figura como o 38º melhor restaurante da América Latina segundo a publicação Restaurant. Serve comida típica do Pará com uma roupagem mais contemporânea, como peixe assado na folha de bananeira. Tem menu degustação apenas à noite. Thiago e Felipe começaram a trabalhar no restaurante da família, o Remanso do Peixe (Travessa Barão do Triunfo, 2.590, Marco – (91) 3228-2477), ainda adolescentes. Por lá, os principais preparos são caldeiradas e outros pratos tradicionais do estado. Rua 25 de Setembro, 2.350, Marco – (91) 3347-2829.

 

Estação das Docas

Se o tempo chuvoso impedir uma volta a pé pelos bairros Cidade Velha, Comércio, Nazaré e Reduto, vá para a Estação das Docas. A tríade bar da Amazon Beer, Sorveteria Cairu e restaurante Lá em Casa formam um belo cartão-postal gustativo da cidade. Av. Mal. Hermes, próximo ao Boulevard Castilhos França.

◉ Amazon Beer – É considerada uma das melhores cervejarias do Brasil. Tem nove tipos de chope, feitos com priprioca, açaí, bacuri e taperebá, para serem degustados com porções. Os bolinhos de pato com pimenta no tucupi e palmito selvagem com ervas e pimenta ao forno são alguns dos destaques do cardápio.

◉ Sorveteria Cairu – Depois de experimentar as frutas in natura no Mercado Ver-o-Peso, prová-las na versão de sorvete pode ser interessante. Destaque para os sabores uxi, castanha-do-Pará, taperebá, muruci, cupuaçu, bacaba, bacuri, açaí com tapioca, entre outros sabores da Amazônia, servidos em bolas generosas.

◉ Lá em Casa – O restaurante que colocou Belém no mapa gastronômico tem pratos típicos para um almoço ou jantar, como maniçoba, tacacá e preparo com peixes e farinha. A cozinha é comandada pela filha de Paulo Martins, Daniela.

 

Mercado Ver-o-Peso

Frutas da Amazônia, ervas medicinais e castanhas.Foto: Tássia Barros/Divulgação

Frutas da Amazônia, ervas medicinais e castanhas.Foto: Tássia Barros/Divulgação

As farinhas são vendidas por litro no Mercado Ver-o-Peso. Foto: Oswaldo Forte/Divulgação

As farinhas são vendidas por litro no Mercado Ver-o-Peso. Foto: Oswaldo Forte/Divulgação

O Mercado do Peixe é um pedaço do Ver-o-Peso. Foto: Neldoson Neves/Divulgação

O Mercado do Peixe é um pedaço do Ver-o-Peso. Foto: Neldoson Neves/Divulgação

O mercado completou 317 anos em março e é dividido em Mercado do Peixe, Mercado da Carne, Feira do Açaí (de madrugada). Tem boxes com frutas e verduras frescas, sucos de frutas nativas da Amazônia, farinhas, tucupi, mandioca, castanhas e também as “boieiras”, onde se serve açaí e peixe frito, a combinação preferida do belenense. Conhecido como a maior feira livre da América Latina, o Ver-o-Peso abre todos os dias e além de comida vende sucos de frutas amazônicas, ervas medicinais, garrafadas e souvenires como artesanato, peças de roupa e louças marajoaras. Fica na Boulevard Castilhos França, s/n.

Belém multissabores

Outros lugares para ver e provar na capital paraense:

◉ Puxe conversa com algum belenense e pergunte onde tomar um bom tacacá no fim da tarde. O preferido dos irmãos Castanho, do Remanso do Bosque, é o Tacacá do Renato (Av. Visc. de Inhaúma, 430, Marco). Há também quem indique a dona Maria, em frente ao Colégio Marista Nossa Senhora de Nazaré (Av. Nazaré, 902).

◉ O Spazzio Verdi tem bufê por quilo no almoço e jantar de pratos tradicionais belenenses, como maniçoba, pato no tucupi e caldeiradas. Av. Comandante Brás de Aguiar, 824, Nazaré – (91) 3366-1151.

◉ O bar mais conhecido da cidade é, sem dúvidas, o Meu Garoto (R. Senador Manoel Barata, 928, Campina). O dono produz aguardentes artesanais. A mais famosa é de jambu, uma hortaliça que deixa a boca formigando.

Compartilhe

8 recomendações para você