i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Mercado

Galeria curitibana lança plataforma on-line

A Airez, que inaugura o espaço físico no mês que vem, tem como foco obras de artistas que trabalham com a técnica “lens-based”

  • PorIsadora Rupp
  • 15/05/2015 18:28
Plataforma Airez entrou no ar na sexta-feira (15) | Reprodução/
Plataforma Airez entrou no ar na sexta-feira (15)| Foto: Reprodução/

Há alguns anos, o artista e fotógrafo Guilherme Zawa tem se interessado por uma técnica visual chamada “lens-based”, que se fundamenta na utilização de uma câmera ou filmadora em algum ponto do processo artístico. Percebeu que há uma série de artistas que, como ele utilizam a técnica, e resolveu trabalhar a ideia comercialmente. Para isso, formatou a Galeria Airez, que colocou sua plataforma on-line no ar nesta sexta-feira (15). A galeria também terá espaço físico, que abre no mês que vem, anexo à Caminhos do Chá.

O trabalho de parte dos 16 artistas representados pela Airez já está disponível no site – há obras de profissionais de Florianópolis, Curitiba, São Paulo, Paris, entre outras capitais.

Apesar de a “base” ser em Curitiba, o foco de Zawa é o mercado internacional – ele trabalha com uma marchand que realiza esse trabalho fora do país, e quer levar os artistas para expor em cidades como Buenos Aires e Nova York.

Online

O investimento na venda e divulgação dos artistas pela internet é outra estratégia da Airez. Além de permitir a comercialização mais facilmente, baixou os custos do projeto. “Queremos apresentar uma arte de qualidade que não é de R$ 100 mil, mas também não é um pôster de R$ 50”, fala o idealizador do projeto.

No espaço físico, Zawa pretende realizar exposições e eventos gratuitos. “Queremos dar uma agitada na cena cultural.”

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.