Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
João Pedro Teixeira e Hermeto Pascoal dividem o palco em apresentação comemorativa | Divulgação
João Pedro Teixeira e Hermeto Pascoal dividem o palco em apresentação comemorativa| Foto: Divulgação

O alagoano Hermeto Pascoal sempre foi uma orquestra de um homem só, com o hábito de buscar, inclusive, sonoridades escondidas onde outros não imaginariam. Compondo uma média de três músicas por dia, só mesmo um concerto com a Orquestra Sinfônica do Paraná, com a regência do maestro Wagner Tiso como o que acontece no dia 19 de junho no palco do Teatro Guaíra, poderia oferecer toda a musicalidade necessária para comemorar devidamente os 80 anos do “Mago da Música Universal”.

Pascoal e Orquestra Sinfônica se encontraram pela última vez no palco em 1986, e lá se vão 30 anos. Para a nova apresentação, um octeto de acordeonistas foi especialmente selecionado, tendo como solista o instrumentista e amigo João Pedro Teixeira.

A parceria entre os dois nasceu em 2009, quando Teixeira apresentou a Hermeto quatro versões de canções do repertório do mago. O acordeonista preparava o primeiro disco – lançado posteriormente em 2010 com o título de “Eclético” – e queria o aval do mestre para integrá-las ao projeto. Desde então, o encontro musical e espiritual dos dois – como classifica Teixeira – gerou como frutos inúmeras canções em parceria, além do DVD Eclético ao Vivo, de 2011.

Muitas dessas canções vão compor o repertório da apresentação no Guaíra, inclusive uma em especial composta por Teixeira em homenagem a Pascoal intitulada “Sinhô do Pascoal”, segundo o autor, em referencia ao apelido de infância de Hermeto durante os anos de Lagoa da Canoa, município de Arapiraca. O próprio aniversariante promete uma surpresa: uma música inédita nunca antes executada ao vivo.

Entrevista: A prosa harmônica dos 80 anos de Hermeto Pascoal

Artista celebra uma vida dedicada à música com eventos comemorativos

Leia a matéria completa

Como convidados espaciais, sobe também ao palco os músicos: Marcela Zanette (Flauta), Vina Chamorro (violão) Kiko Moura (zabumba), Julião Bohêmio (cavaco), Vina Lacerda (pandeiro), Dennilson Luiz (triângulo), Leonardo Medeiros (violão), Lu Pasinato (viola caipira), Aline Morena (piano, voz e viola), Helinho Brandão (sax), além do filho de Hermeto, Fábio Pascoal na percussão.

Teatro do Paiol

Outro espaço a receber um evento em comemoração ao aniversário do artista é o Teatro do Paiol. Em apresentação solo que acontece no dia 19 de junho, o acordeonista João Pedro Teixeira homenageia o mestre em um repertório de 15 canções.

Refletindo sobre as afinidades musicais entre ele e Hermeto, Teixeira considera que ambos têm a mesma preocupação em “oferecer ao público uma apresentação de qualidade”, acentuando que “todos, sem distinção, merecem sempre o melhor”, o que torna a música uma linguagem cada vez mais universal.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]