Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Produção de Octávio Camargo será apresentada neste fim de semana no Novelas Curitibanas. | Gilson Camargo/Divulgação
Produção de Octávio Camargo será apresentada neste fim de semana no Novelas Curitibanas.| Foto: Gilson Camargo/Divulgação

Paulo Leminski não morreu para sua legião de fãs, que poderão conferir um espetáculo de teatro a partir deste fim de semana, no Novelas Curitibanas, cuja proposta fica à altura do “nonsense” tão caro ao autor. Em “Catatau – A Justa Razão Aqui Delira”, o diretor Octávio Camargo parte do livro “Catatau”, de Leminski, e dele extrai trechos de uma forma bastante curiosa.

Veja mais informações no Guia

Por meio de “criptodramaturgia”, conforme o termo que a produção está usando, o artista Guilherme Soares isolou digitalmente diversos fragmentos da obra a partir de critérios tais como: todas as palavras do livro; todas as perguntas; todas as afirmações e todas as exclamações, sempre por ordem alfabética. Há ainda textos compostos a partir de todas as frases que começam com “eu”.

Em outro, foram reunidos todos os trechos em que Leminski cita o termo “occam”, usado por ele como uma espécie de código para se referir ao “monstro perturbador da linguagem”. Esses diferentes textos são usados pelas atrizes Claudete Pereira Jorge, Chiris Gomes e Helena Portela. A iluminação é de Beto Bruel.

O formato da encenação também inova, colocando o público fora da sala de apresentações, com 20 cadeiras nas portas que dão acesso a ela e mais algum espaço para pessoas em pé.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]