Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
9 apps para encontrar profissionais e serviços em Curitiba
| Foto: Bigstock

Encanador, manicure, pintor, professor de dança, lava-car, contador, psicólogo e até médico. Aplicativos de celular ajudam a encontrar profissionais para tudo que é tipo de serviço. Por isso, a Gazeta do Povo separou uma lista de apps que podem ser baixados de graça e que facilitam muito as atividades do dia a dia de quem mora em Curitiba e Região Metropolitana. Confira a lista:

NOTÍCIAS SOBRE CURITIBA: faça parte do nosso novo canal para receber mais matérias

Primeira Mesa

Agendar horário para refeição e pagar metade do valor dos pratos. O aplicativo Primeira Mesa possibilita ao consumidor conhecer restaurantes pagando mais barato. A vantagem para os estabelecimentos é que horários normalmente mais vazios – como início da noite, por exemplo -, acabam registrando maior movimento. Atualmente, são 65 restaurantes cadastrados em Curitiba e região (São José dos Pinhais, Colombo), além de São Luiz do Purunã. Há estabelecimentos também em Londrina, região Norte, e Maringá, no noroeste. Em todo o Paraná, 89 restaurantes integram o sistema. Até hoje, 20 mil reservas já foram feitas para restaurantes de Curitiba.

Docway

Médico em casa, com horário agendado. O aplicativo disponibiliza uma lista de profissionais que atendem na residência dos pacientes. Para quem baixa o aplicativo, basta colocar o CEP, escolher a especialidade médica, a data da consulta e o horário. Atualmente, são mais de 5.200 médicos cadastrados em todo o país e 440 cidades atendidas. No Paraná, são 67 cidades atendidas. Mais de 100.000 downloads foram feitos até hoje. O aplicativo disponibiliza 10 especialidades médicas: Clínico Geral, Pediatra, Médico de Família, Geriatra, Cardiologista, Dermatologista, Psiquiatra, Ortopedista, Otorrinolaringologista e Oftalmologista. O pagamento da consulta é feito diretamente pelo app. A cliente paga pelo serviço e o médico recebe por uma conta cadastrada no sistema.

Triider

Desentupir a pia, fazer instalações elétricas, montar móveis, serviço de pintura de parede, marido de aluguel. Esses são exemplos do que é disponibilizado pelo aplicativo Triider, que conecta prestadores de serviços a pessoas que precisam de ajuda em casa ou no trabalho. Em Curitiba, são 60 profissionais ativos. Desde que o app foi criado, mais de 65 mil downloads foram feitos. Há parceiros disponíveis para atendimento somente na capital, mas a expectativa é expandir para outras regiões do estado.

Beauty Date

O aplicativo Beauty Date ajuda a encontrar serviços de beleza com horários disponíveis e mais próximos dos clientes. É possível agendar desde cortes de cabelo (feminino e masculino), manicure, pedicure, depilação, até serviços de estética. Em todo o Brasil, são mais de 8 mil e 300 clientes cadastrados. No Paraná, pouco mais de mil cadastros. Em todo o estado, há serviços oferecidos em 63 cidades. Os valores variam de acordo com o estabelecimento ou profissional contratado.

Lavô

Pelo aplicativo, você escolhe a data, horário e local em que quer lavar o seu carro. O serviço é feito onde o cliente quiser, já que a lavagem disponibilizada é a seco, sem a utilização de água. Em todo o Brasil, são 86 mil profissionais cadastrados. É possível solicitar o serviço em Curitiba e em algumas cidades da Região Metropolitana: Almirante Tamandaré, Colombo, São José dos Pinhais e Pinhais. Na capital, já são mais de 7 mil downloads contabilizados. O preço médio do serviço é de R$ 40,00.

Proh

Doutor Google nunca mais. Esse aplicativo faz a ponte entre profissionais (de verdade) e clientes. O objetivo é acabar com o hábito de buscar na internet informações que não são precisas e, muitas vezes, nem confiáveis. Os profissionais que podem se cadastrar variam. Vão de médicos, psicólogos, nutricionistas, advogados, personal trainers, professores particulares até homeopatas. O app garante informação de qualidade a usuários e tranquilidade aos profissionais, que não são solicitados pelo celular particular fora do horário de trabalho. O sistema foi desenvolvido em Curitiba e conta, atualmente, com 47 profissionais na capital paranaense. Ele está disponível também para as cidades de Foz do Iguaçu, Londrina e Ponta Grossa. Até agora, 1.500 downloads foram realizados. O aplicativo é gratuito, mas a “consulta virtual” pode ser cobrada pelo profissional.

Cataki

Facilitar o trabalho de coletores de materiais recicláveis e auxiliar aqueles que pretendem descartar esses objetos. Essa é a ideia do Cataki, que conecta catadores independentes com cidadãos ou empresas de materiais recicláveis. O app foi lançado em 2017 e atualmente conta com mais de 2,8 mil catadores registrados em 495 cidades brasileiras. No Paraná, são 103 catadores e em Curitiba, 57. Até agora, mais de 150 mil pessoas fizeram o download do aplicativo.

No ano passado, o Cataki foi vencedor em um prêmio global de inovação promovido pelo Netexplo, observatório independente de estudos sobre impacto de tecnologias nos negócios e na sociedade. A premiação foi promovida com parceria da Unesco.

Getninjas

Esse aplicativo é para quem deseja manter um só sistema e o maior número possíveis de prestadores de serviços. Pelo Getninjas é possível chamar um técnico para consertar eletrodoméstico, solicitar ajuda para reparos no imóvel, contratar aulas de idioma, informática, dança; buscar profissionais para consertar o veículo, encontrar alguém para serviços domésticos ou mesmo pesquisar por serviços de moda e beleza. Sem contar na possibilidade de achar profissionais da saúde (psicólogos e nutricionistas, por exemplo) ou consultorias diversas (contador, advogado, redator e até detetive particular). Em todo o país, são mais de 800 mil profissionais cadastrados. No Paraná, cerca de 44 mil. O app está disponível em 45 cidades do estado.

DogHero

Quem tem cachorro sabe da dificuldade em encontrar um local seguro para deixar o bichinho quando surge um imprevisto, ou mesmo há viagem marcada. Familiares ou amigos nem sempre topam receber cãozinho, mas tem muita gente interessada no serviço. O aplicativo DogHero conecta pessoas que estão dispostas a ficar com o seu bichinho nas próprias casas. O sistema apresenta várias opções de anfitriões que podem ser escolhidos virtualmente. A hospedagem é agendada e todo o serviço pago por cartão de crédito. Além disso, existe a chamada “garantia veterinária”, que é disponibilizada pela própria plataforma. Atualmente, há profissionais cadastrados em mais de 120 cidades paranaenses, como Curitiba, Ponta Grossa, Londrina, Maringá, Cascavel e Foz do Iguaçu. Em todo o Paraná, são 37 mil pessoas aptas para oferecer o serviço.

*****

Aplicativos de delivery e de transporte

Além dos aplicativos mencionados anteriormente, há aqueles que já fazem parte da rotina de muita gente e que são utilizados com mais frequência na hora de pedir um lanche ou uma refeição, ou ainda quando é preciso se locomover pela cidade.

Na área de entrega de refeições e bebidas, o maior do país é o iFood. Ao baixar o app, o usuário encontra uma lista de restaurantes, cafés, panificadoras pra quem faz o pedido para receber o produto em casa. O Uber Eats também é bastante popular e apresenta as mesmas características do iFood.

O Rappi é outro aplicativo de entrega, mas que não trabalha exclusivamente com comidas. Os prestadores de serviço entregam tudo o que é tipo de encomenda, bastante inserir o endereço de retirada e o de entrega.

O James, aplicativo desenvolvido em Curitiba, é bastante semelhante. O app permite comprar qualquer produto em um estabelecimento comercial da capital paranaense e recebê-lo em casa. 70% da frota da empresa é composta por bicicletas.

Quanto aos apps de transporte individual de passageiros, geraram muita polêmica quando chegaram ao Brasil, especialmente devido à concorrência com os táxis de todo o país. Hoje, os aplicativos de transporte estão presentes em quase todas as grandes cidades do Brasil. Em Curitiba, são várias opções. O mais conhecido em todo o mundo é o Uber, mas também há o brasileiro 99, o Cabify, o Moovit, entre outros.

A funcionalidade de todos é semelhante: basta baixar o aplicativo e chamar o motorista. É necessário inserir o endereço de partida e de chegada para que o app possa calcular o valor da corrida. Para o pagamento, são aceitos cartões de crédito e também dinheiro, mas a opção deve ser informada antes de fazer o pedido.

Outra gama que tem crescido em Curitiba é a das bikes e patinetes compartilhados: duas empresas atuam na capital - Yellow e Grin. O serviço de compartilhamento também é oferecido por aplicativo. O usuário se cadastra, encontra e desbloqueia o patinete ou a bicicleta que está mais perto dele.

Uso dos apps

Os números chamam a atenção: 194 bilhões de aplicativos já foram baixados em todo mundo, segundo o estudo “The State of Mobile 2019”, produzido pela App Annie – uma plataforma global de análise de dados. O Brasil está em 5º lugar entre os países que mais utilizam smartphones. O tempo médio gasto com aplicativos aumentou 50% entre os anos 2016 e 2018. Hoje, em média, aqueles que utilizam smartphones gastam três horas por dia com aplicativos. Atualmente, os brasileiros possuem entre 70 e 80 apps instalados, no entanto, utilizam apenas a metade, entre 30 e 40 sistemas. E com um universo tão vasto de aplicativos, é muito difícil estar antenado a todos eles.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]