Glaucio da Silva morreu no último domingo (8) | Giuliano Gomes/Tribuna do Paraná
Glaucio da Silva morreu no último domingo (8)| Foto: Giuliano Gomes/Tribuna do Paraná

Ciclistas de Curitiba e região metropolitana realizam um protesto no Parque Barigui neste domingo (15). A ação solicita mais segurança nas estradas e pede justiça às vítimas como Glaucio da Silva, morto em um acidente esta semana enquanto pedalava no acostamento da BR-277. O encontro está marcado para 9h e deve seguir até o Viaduto Orleans, onde a vítima foi atingida.

No evento marcado pelo Facebook, os participantes prometem levar suas bicicletas, cartazes e apitos para realizar uma manifestação pacífica. “Pedimos por justiça e pela vida. Precisamos de leis mais sérias, rigorosas, e de mais fiscalização para que se cumpram essas leis”, afirma o convite feito pelas redes sociais.

Além disso, os ciclistas prometem soltar balões brancos para homenagear o colega Glaucio e apoiar seus familiares. A concentração está marcada para 9h no gramado do parque, próximo ao estacionamento. A saída para a BR-277 deve acontecer às 10h.

O acidente

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), uma mulher de 24 anos perdeu o controle do seu veículo na manhã do último domingo (8) e invadiu o acostamento da rodovia. O veículo atingiu o ciclista, que foi arremessado devido ao impacto e morreu no local.

A motorista se negou a fazer o teste do bafômetro e também não quis realizar o exame de sangue para supostamente comprovar a embriaguez. No entanto, agentes da PRF e um irmão da vítima afirmaram que a jovem estava sob efeito de álcool.

A mulher foi presa em flagrante após o acidente e teve sua prisão preventiva decretada na tarde de terça-feira (10), sem possibilidade de fiança. Ela só poderá ficar em liberdade provisória se recursos de seus advogados vieram a ser acatados pela Justiça.

PRF em alerta

Ainda segundo a PRF, a instituição não foi informada oficialmente pelos organizadores do protesto e ficou sabendo da ação por meio das redes sociais. Mesmo assim, informou a Rodonorte — concessionária que atende o trecho — e adianta que os agentes de plantão serão informados a respeito da manifestação.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]