i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Trânsito

Motorista estaciona em local permitido e leva bronca em bilhete

  • PorTribuna do Paraná
  • 03/10/2020 11:35
Evandro Galvão acredita que bilhete foi escrito por dono ou funcionário de algum estabelecimento comercial próximo ao local onde ele deixou seu carro.
Evandro Galvão acredita que bilhete foi escrito por dono ou funcionário de algum estabelecimento comercial próximo ao local onde ele deixou seu carro.| Foto: Colaboração

O barbeiro Evandro Galvão, 32 anos, ficou surpreso com um bilhete deixado na porta do seu carro no fim da tarde de quarta-feira, 30 de setembro. O veículo estava estacionado perto de seu local de trabalho, na Avenida Nossa Senhora de Lourdes, no bairro Jardim das Américas, em Curitiba, com o seguinte recado em um guardanapo: “Favor não estacionar o dia inteiro”.

Com uma recente proibição de estacionar na frente da barbearia em que trabalha, Galvão tem deixado o carro nas ruas vizinhas. Na quarta-feira, quando recebeu o bilhete, ele estacionou o carro por metade do dia em uma vaga convencional, onde não há nenhuma limitação, como a obrigatoriedade do EstaR ou proibição. “Sempre deixo meu carro em ruas próximas, na frente de vários comércios por ali. Nesse dia, quando voltei, encontrei o bilhete na maçaneta do carro”, recorda o barbeiro.

A suspeita de Galvão é de que o bilhete tenha sido deixado por alguém que trabalhe na região. “Suspeito que seja alguém de alguma lanchonete aqui perto, até pelo recado escrito num guardanapo. Pensei em procurar quem escreveu, mas desisti”, diz.

Ficar estacionado por muitas horas em uma vaga é contra a lei?

A Resolução 302/2008 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que define e regulamenta vagas em vias públicas, diz que é vedado “destinar parte da via para estacionamento privativo de qualquer veículo em situações de uso não previstas na resolução”. Como não se trata de uma vaga para carro de aluguel, para pessoas com deficiência ou idosos, nem para viaturas policiais e ambulâncias, e também não havia limite de tempo máximo de permanência – ao contrário de vagas do EstaR, onde se pode ficar por até uma ou duas horas –, a vaga onde Evandro estacionou não tem nenhuma limitação.

Desde 2017, a Superintendência de Trânsito (Setran) vem guinchando veículos que ficam muito tempo estacionados no mesmo lugar; neste caso, não se trata de horas, mas de dias e até meses sem que o veículo saia da vaga. A alegação é de que os veículos nesta situação são considerados “abandonados” – mas este, definitivamente, não seria o caso do carro de Galvão.

4 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 4 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • M

    Momento Fletor

    ± 3 horas

    Curitiba já foi boa de se morar...quando havia curitibanos de fato ou pelo menos pessoas educadas.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • C

      Castell

      ± 4 horas

      Bilhete de pobre, um dia um palhaço assim encontra o que procura no meu caso vai achar rápido.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • L

        Luiz Renato Stival

        ± 5 horas

        GANHA PÃO DE FLANELINHA.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • L

          LSB

          ± 6 horas

          30 de outubro?!?! Setembro, não?? No mais, brasileiro não entende o conceito de regra!! Ainda bem q deixaram só um bilhete (e não fazer algum tipo de “justiça” depredando o veículo).

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          Fim dos comentários.