Protesto dos caminhoneiros na BR-277 em Paranaguá. | Diogo Monteiro/Rádio Ilha do Mel FM
Protesto dos caminhoneiros na BR-277 em Paranaguá.| Foto: Diogo Monteiro/Rádio Ilha do Mel FM

Dezessete pontos de seis estradas do Paraná têm manifestação de caminhoneiros nesta segunda-feira (21), dentro do protesto da categoria em todo o Brasil contra o aumento do preço dos combustíveis. Entretanto, apenas duas têm interdição de pista agora de tarde: a BR-277 em Paranaguá, no litoral, e a BR 376, em Mandaguaçu, no Norte do Paraná.Há também manifestações sem interdição nas BRs 116, 277, 376, 153 e 163. A Linha Verde - que faz parte da BR-476 -, no bairro Prado Velho, perto da PUC-PR, em Curitiba, também chegou a ter manifestação na hora do almoço, mas o protesto foi rápido e já acabou.

- Leia também - Região de Curitiba registra temperatura abaixo de zero nesta segunda-feira

Na BR-277, em Paranaguá, os caminhoneiros deixam os dois sentidos da rodovia a partir do km 6 em meia pista. Às 14h45, havia lentidão de 6 km no sentido litoral e de 2 km no sentido Curitiba segundo a Ecovia, concessionária de pedágio que administra o trecho. Os outros pontos da BR-277 com protesto é no km 535, na cidade de Ibema, no Oeste do Paraná, e no km 340, em Guarapuava, nos Campos Gerais - em ambos os casos, o protesto é fora da pista.

A BR-376 é a que mais tem manifestações no Paraná, com seis pontos. Entretanto, apenas um tem interferência no trânsito: no km 158 em Mandaguaçu, no Noroeste do estado, o trânsito é em meia pista. Já em Ponta Grossa, Califórnia, Mauá da Serra e Paranavaí a manifestação é fora da pista da BR-376.

Na BR-373 na BR-153 os protestos também são fora da pista. Na 373, as manifestações são em Guaramiranga e Prudentópolis. Já na 153 são em Ibaiti e Santo Antônio da Platina. Na BR-163, por sua vez, o protesto é na cidade de Capanema, também fora da pista.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]