i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Transporte coletivo

Balança inverte e subsídio a ônibus em Curitiba já custa mais à cidade do que ao estado

  • PorBrunno Brugnolo, especial para a Gazeta do Povo
  • 06/03/2020 18:59
Ônibus biarticulado Ligeirão, do transporte coletivo, na canaleta da Avenida Sete de Setembro.
Ônibus biarticulado Ligeirão, do transporte coletivo, na canaleta da Avenida Sete de Setembro.| Foto: Cassiano Rosario/Gazeta do Povo

O subsídio ao transporte coletivo de Curitiba já foi motivo de briga entre prefeitura e o governo do estado – mais precisamente entre o ex-prefeito Gustavo Fruet (PDT) e o ex-governador Beto Richa (PSDB). Hoje, sem impasses, a ajuda segue existindo, mas a balança inverteu.

RECEBA notícias pelo WhatsApp

Antes dependente do dinheiro do estado para segurar o aumento do custo das passagens aos usuários do sistema, a cidade cada vez mais coloca dinheiro próprio para minimizar o impacto no bolso dos passageiros. Dos R$ 90 milhões aplicados no setor em 2019, R$ 50 milhões foram do município - 55,5% do total.

A prática do subsídio começou no início da década, quando Luciano Ducci (PSB) era prefeito. Em 2012, por exemplo, R$ 63 milhões foram injetados pelo governo na Rede Integrada de Transporte (RIT) de Curitiba e RMC. No ano seguinte, sob a gestão de Fruet, foram R$ 76,6 milhões dos cofres estaduais no sistema. Já em 2014, após ameaças de que não seria renovado, o convênio acabou saindo por R$ 79 milhões.

Depois disso, a fonte secou. Em 2015 a prefeitura recebeu no total de convênios do estado (não só para o transporte) R$ 8 milhões. Em 2016, somente R$ 150 mil e em 2017, com Greca (DEM) na prefeitura, R$ 1,7 milhão. Com isso, a chamada tarifa técnica, a conta real do custo da operação por passageiro, passou a ter que ser cobrada nas catracas. O subsídio serve justamente para evitar que recaia sob os ombros dos usuários o peso completo da tarifa.

O apoio financeiro do estado acabou voltando com força em 2018, quando os convênios alcançaram R$ 120,8 milhões. "Mais da metade a título de investimento, asfalto, e em torno de R$ 40 milhões para o FUC [Fundo de Urbanização de Curitiba], para o subsídio do transporte coletivo da capital", explicou o secretário Vitor Puppi em audiência pública na Câmara.

Em 2019, o cenário se repetiu. A verba total do Palácio Iguaçu caiu para R$ 44,4 milhões, mas os R$ 40 milhões aos ônibus foram mantidos. Só que outros R$ 50 milhões foram injetados pela própria prefeitura.

À época que o convênio foi firmado, em julho, a tarifa técnica era de R$ 5,21. Ou seja, a cada passageiro que pagava seus R$ 4,50, R$ 0,71 eram bancados pelo poder público. O último dado publicado pela Urbs, em outubro, mostra uma tarifa técnica de R$ 5,24.

Para 2020, o cenário não está definido, mas se a passagem permanecer em R$ 4,50, a tendência é de que subsídio terá que aumentar. O reajuste salarial de motoristas e cobradores (estabelecido em contrato para todo mês de fevereiro) pesa mais de 50% no total da tarifa e ainda não saiu. Porém, a tendência é de que ao menos corrija a inflação do período, de 4,3%. Segundo as empresas de ônibus, a database está em negociação com o sindicato dos empregados e deve ser concluída ainda neste mês.

Só com esse número definido é que o cálculo da nova tarifa técnica (retroativa a 26/02) pode continuar – com a projeção de passageiros e demais custos – para saber quanto será preciso subsidiar.

Dinheiro representa 1/5 dos investimentos em melhorias na cidade

Para se ter ideia do volume injetado, em 2019 a prefeitura empenhou R$ 251 milhões em investimentos (sem contar convênios ou financiamentos externos, como do BID). Ou seja, o dinheiro próprio usado como subsídio equivale a 20% dos investimentos com recursos próprios em melhorias na cidade, como novas pavimentações, reforma de creches, entre outras.

Apesar de terem caído R$ 7 milhões no ano passado, os investimentos subiram quase R$ 100 milhões em relação a 2016. "A cidade investe e faz manutenção essencialmente com recursos próprios", definiu Puppi em sua prestação de conta aos vereadores em fevereiro.

O dinheiro aplicado no transporte coletivo também é nove vezes o que foi distribuído em prêmios pelo Nota Curitibana em 2019 (R$ 5,6 milhões).

Subsídio não é incomum

Na maioria das capitais europeias, independente do tamanho, o subsídio do poder público a metrôs e ônibus do transporte coletivo existe e às vezes ultrapassa metade do valor da passagem, como nos casos de Madrid e Berlim. Nos Estados Unidos o cenário é semelhante.

A maior cidade do Brasil também injeta valores astronômicos no transporte. Em 2019, São Paulo colocou R$ 3 bilhões do tesouro municipal em subsídio ao sistema. Esse ano, ao subir a tarifa de R$ 4,30 para R$ 4,40, espera gastar menos, cerca de R$ 2,4 bilhões. Ao lado da capital paranaense, a vizinha Araucária é outra que subsidia valores, mas baixou o valor da tarifa para os passageiros.

10 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 10 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • S

    Sr. Walker

    ± 7 horas

    No mundo civilizado, quer dizer, acima do Equador, transporte público é altamente subsidiado, faz integração total com trens e metrô, tem estacionamentos para carros nas estações mais distantes ou terminais das linhas. Na Alemanha, por ex., é comum altos executivos usarem os transportes públicos, que são pontuais, limpos e muito bem organizados. E me vem o Jaime Lerner fazer propaganda dizendo que Curitiba é uma cidade europeia. Pior que a polacada acreditou.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • A

      Afonso Celso Frega Beraldi

      ± 1 dias

      As isenções e gratuidades devem ser extintas urgentemente. A cada passagem "gratis" alguem estara pagando essa diferença, ou eh distribuida entre os pagadores de impostos. A equação é simples. Isenção e gratuidade é invencionice de político canalha e populista, que não tem compromisso com estabilidade econômica e financeira do estado ou município.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • G

        Guilherme Pereira

        ± 1 dias

        PIADA, os preços da tarifa em Curitiba, porque SIM temos a tarifa mais cara do BRasil se não do Mundo mesmo com subsidio, o que acontece na aqui que fica tão mais caro! Nunca mais será referencia em transporte assim!

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • M

          Marcos Ctba

          ± 3 dias

          Tá na hora de abrir mais concorrência nesse mercado para ter oferta de serviço e assim baixar as passagens e ao usuario. FIM desse MONOPOLIO URGENTE.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • L

            Leandro

            ± 3 dias

            Pra que fala que o Fruet não fazia muito pelo asfasto e busão, está ali a resposta, 170 mil? Richa sacaneou a PMC por 4 anos.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • ~

              ~~

              ± 3 dias

              Curitiba precisa de VLT's...e sair fora da máfia que controla os ônibus.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • A

                Alberto João Pucci

                ± 3 dias

                Não temos interessados em verificar e fazer um levantamento e análise honestos no transporte público. tudo gira em interesses absorvidos a longa data e sempre mascarados da realidade . Seriedade com coisas públicas? Em lugar algum e em tempo nenhum. Não nos iludamos. A panela sempre têm o mestre cuca de plantão.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • A

                  ANTONIO CARLOS MOREIRA

                  ± 3 dias

                  Uma licitação para qualquer empresa, inclusive estrangeiras, para assumir o transporte coletivo revolveria o problema. Todavia, governos e governos mancomunados com empresários do setor fazem o que bem entender do transporte público. Inclusive lucrar muito.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • D

                    Dante Luiz Franceschi Filho

                    ± 3 dias

                    O dia que todas as gratuidades (idosos, especiais, integrações, etc..) pararem de ser cobradas do próprio passageiro de ônibus a tarifa poderá abaixar ainda mais. A maior injustiça social é onerar os próprios usuários a pagarem pelas gratuidades legais. O governo/sociedade deveria ser 100% responsável por esse custo na tarifa.

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    • D

                      Dante Luiz Franceschi Filho

                      ± 3 dias

                      O dia que todas as gratuidades (idosos, especiais, integrações, etc..) pararem de ser cobradas do próprio passageiro de ônibus a tarifa poderá abaixar ainda mais. A maior injustiça social é onerar os próprios usuários a pagarem pelas gratuidades legais. O governo/sociedade deveria ser 100% por esse custo na tarifa.

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      Fim dos comentários.