Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | /
| Foto: /

Os curitibanos que esperavam uma semana mais fresca do que a que passou vão se decepcionar. É que os próximos dias prometem ser de muito calor não só na capital paranaense, mas em todo o estado. Ainda que uma frente fria passe de forma rápida pelo mar do Sul do Brasil nesta segunda-feira (12), ela traz apenas a possibilidade de chuva, pois as temperaturas vão ficar na casa dos 30°C durante as tardes.

Na segunda-feira, com 18°C ao amanhecer, com poucas nuvens, em Curitiba podem até enganar num primeiro momento, mas os termômetros devem marcar até 31°C durante o decorrer do dia. O período da tarde é marcado por pancadas isoladas de chuva, especialmente no fim do dia, com chuvas fracas caindo durante a noite, de acordo com o Instituto Simepar.

Leia também: Novo ligeirão deve chegar ao Capão Raso em 2019

O cenário se repete na terça (13), com previsão de 17°C de mínima e 28°C de máxima, e na quinta-feira (15), que tem mínima de 19°C e máxima de 30°C. Ambos os dias são marcados por pancadas de chuva durante a tarde. A quarta-feira (14), contudo, que amanhece com 19°C mas pode chegar aos 30°C, tem chuvas constantes durante todo o dia. Apesar disso, não há previsão de ventos fortes para a semana na capital.

No Litoral a situação é parecida. Em Paranaguá, a segunda-feira amanhece com 22°C, mas chega aos 33°C, com previsão de pancadas de chuva durante a tarde e a noite. Matinhos têm temperatura e condições idênticas no início da semana. Já em Foz do Iguaçu, no Oeste do estado, apesar do calor de 34°C que deve marcar a tarde de segunda-feira, a chuva não deve dar as caras. Bom para os turistas.

Força da água

Curitiba ainda se recupera das fortes chuvas do último fim de semana. Entre a noite do dia 3 e a madrugada do dia 4, diversos bairros da cidade ficaram alagados e cerca de 200 famílias precisaram se retirar de suas casas. No Bosque do Papa, no Centro Cívico, uma das placas de concreto do muro de contenção que sustenta o canal do Rio Belém desmoronou e parte do gramado do bosque cedeu em direção ao rio .

O temporal também prejudicou muitos motoristas, já que centenas de veículos foram cobertos pela água. Até a última quarta-feira (7), o Sindicato das Empresas de Seguros Privados, de Resseguros e de Capitalização (Sindseg) havia estimado prejuízo de pelo menos R$ 2 milhões com estragos.

A Prefeitura de Curitiba está arrecadando donativos para as famílias atingidas pela enchente. Podem ser doados colchões, água potável, alimentos não perecíveis e materiais de limpeza que serão destinados às centenas de famílias afetadas pelas fortes chuvas. Confira aqui como ajudar.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]