i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Aviação

Anac determina suspensão de voos com o Boeing 737 Max 8 no Brasil

Modelo, que é usado pela Gol no Brasil, esteve envolvido em dois acidentes fatais desde o final de outubro: um na Indonésia e outro na Etiópia

    • Gazeta do Povo e Infomoney
    • 13/03/2019 21:15
    Gol já havia anunciado a suspensão de voos com o 737 Max 8 | Divulgação/Gol
    Gol já havia anunciado a suspensão de voos com o 737 Max 8| Foto: Divulgação/Gol

    A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) determinou a suspensão de voos com o Boeing 737 Max 8 no Brasil. Na segunda, a Gol – única empresa do Brasil a operar o modelo – anunciou por liberalidade que suspenderia temporariamente os voos com sete aviões que ela possui e que são usados em frequências para os Estados Unidos, o Caribe e a América do Sul.

    A decisão se segue à sequência de dois acidentes com o modelo nos últimos cinco meses. O primeiro foi na Indonésia, em 29 de outubro; o segundo na Etiópia, no domingo

    A GOL pretende usar o avião como a espinha dorsal de sua frota, tornando-se a maior operadora do modelo na América Latina. Uma das apostas da empresa é utilizá-lo para ganhar mais eficiência: o modelo consome 15% menos combustível por assento-quilômetro ofertado em relação aos 737 NG - e ampliar a presença internacional. 

    LEIA TAMBÉM: Três falhas em projetos de avião que resultaram em desastres

    O modelo não é só relevante para a GOL, mas também para a indústria da aviação comercial, destaca Arthur Siqueira, da GEO Capital. Segundo ele, dois terços da demanda mundial de aviões comerciais é do tipo narrowbody (fuselagem estreita), como esses modelos da Boeing. “E eles disputarão espaço com a Airbus.” 

    Governos e companhias aéreas no mundo inteiro estão impedindo voos utilizando esse modelo de aeronave. Entre eles, estão Estados Unidos, União Europeia, China, Indonésia, Malásia e Hong Kong. 

    Ambas as quedas estão em investigação e não há comprovação de uma relação entre elas. Ainda assim, a própria Boeing já se comprometeu a atualizar o software dessa aeronave depois de pelo menos 5 reclamações formais sobre problemas no piloto automático.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.