i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Saúde

Aplicativo avalia saúde mental do usuário para prevenir depressão

App usa vários sensores de um celular Android para avaliar se o usuário está deprimido

  • PorEstadão Conteúdo
  • 25/09/2014 11:45
Segundo pesquisa, uma redução em ocorrências de conversas ao vivo ou de atividade física podem sinalizar depressão | Leticia Akemi/Gazeta do Povo.
Segundo pesquisa, uma redução em ocorrências de conversas ao vivo ou de atividade física podem sinalizar depressão| Foto: Leticia Akemi/Gazeta do Povo.

Os smartphones sabem cada vez mais coisas sobre nós, graças às informações cedidas por componentes como o GPS e dados que nós mesmos fornecemos aos aplicativos. Pesquisadores da universidade de Dartmouth, nos Estados Unidos, desenvolveram agora um aplicativo que usa vários sensores de um celular Android para avaliar se o usuário está deprimido.

De acordo com Andrew Campbell, professor que conduziu a pesquisa, o app StudentLife reúne dados como movimento e localização do aparelho, ocorrência de chamadas e mensagens de texto e conversas realizadas pelo usuário (não o seu conteúdo, mas a frequência e a duração destas).

Algoritmos do aplicativo processam essas informações, criando um registro personalizado que inclui atividades físicas, padrões de comunicação, padrões de sono, visitas a lugares diferentes e uma estimativa das vezes em que o usuário participou de uma conversa ao vivo.

A pesquisa descobriu que mudanças nestes indicadores se relacionavam com mudanças em medidas de depressão, solidão e estresse. Uma redução em ocorrências de conversas ao vivo ou de atividade física, por exemplo, podem sinalizar depressão.

Além destes dados que o usuário fornece automaticamente, o software também disponibiliza em vários momentos durante o dia pequenas séries de perguntas sobre como anda seu humor e estresse.

O aplicativo foi testado em 48 estudantes por 10 semanas. Os padrões computados pelo programa coincidiram com mudanças em estresse, depressão e solidão registradas em avaliações médicas feitas nos mesmos estudantes. Os dados também foram correlacionados com as notas dos estudantes.

Os resultados dos estudos sugerem que aplicativos do tipo podem trazer novas maneiras de usuários e médicos monitorarem a saúde mental de um indivíduo.

O aplicativo ainda se encontra em fase de pesquisa, sem previsão de lançamento comercial.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.