i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Paralisação

Bancários entram greve em Curitiba e RMC a partir do dia 30

Proposta da Federação Nacional dos Bancos foi considerada insuficiente por não atender reajuste salarial de 12,5% e outras exigências

  • PorLuan Galani, com Folhapress
  • 25/09/2014 18:17

Os bancários de Curitiba e Região Metropolitana consideraram insuficientes as contrapropostas da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e decidiram paralisar as atividades a partir da zero hora do próximo dia 30 (de segunda-feira para terça-feira). A decisão foi tomada em Assembleia Geral Extraordinária do Sindicato dos Bancários da capital, na noite desta quinta-feira (25). Participaram cerca de 400 trabalhadores.

A paralisação também foi aprovada em São Paulo, Piracicaba, Criciúma, Campina Grande e Teresina. Na quarta (24), os sindicatos de Juiz de Fora e Fortaleza já tinham decidido pela greve. No total, a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) representa 134 sindicatos no país, que realizaram assembleias.

A pauta de exigências do sindicato contém mais de 120 itens. As principais reivindicações são aumento salarial de 12,5% (5,4% de aumento real e o restante de reposição da inflação), piso salarial de R$ 2.979,25, conforme salário mínimo sugerido pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), e vale-alimentação, refeição e auxílio-creche de R$ 724, além de plano de cargos e carreiras.

A minuta da Campanha Nacional dos Bancários 2014 foi entregue à Fenaban em 11 de agosto pelo sindicato nacional da categoria. Desde então, já ocorreram quatro rodadas de negociações, onde a Fenaban não apresentou contra propostas. Nesta quarta e quinta, os bancos ofereceram reajuste de 6,96% e desconsideraram as outras exigências.

De acordo com dados de junho deste ano, atualmente são 18.013 bancários em Curitiba e Região Metropolitana, distribuídos em 533 agências. No Paraná, a categoria contabiliza 31.073 profissionais. As informações são do sindicato.

Última paralisação

A última greve dos bancários em Curitiba e no restante do estado durou 23 dias entre setembro e outubro do ano passado. O movimento foi o que durou mais tempo desde 2004, quando a categoria ficou de braços cruzados por 30 dias. No ano passado, o reajuste alcançado foi de 8%, que corresponde a -1,82% acima da inflação.

Durante as mais de três semanas da greve de 2013, o número total de bancos fechados oscilou bastante, chegando ao pico em 3 de outubro. Na data, 399 agências ficaram fechadas em Curitiba e 848 em todo o Paraná.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.