i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Mercado

Bolsa deve agradecer o que o governo fez por ela, diz Lula

  • Por
  • 18/05/2007 20:06

Brasília – A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) deve agradecimentos públicos ao governo, na opinião do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em discurso no Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, Lula disse que a Bolsa deve agradecer por ter deixado de ser "pequenininha" e ter chegado a uma situação extraordinária. "Agora ela está parecendo bolsa mesmo, porque tem volume. Não é aquela bolsa pequenininha, que parecia um enfeite."

Na avaliação do presidente, a Bolsa venceu os preconceitos que tinha em relação a ele, na época que era candidato. "O medo que eles (operadores) tinham de mim, era um negócio assim, maluco. Veja como mudaram", ressaltou, lembrando que na campanha eleitoral de 2002 não podia nem passar em frente à Bolsa de Valores de São Paulo e que depois de "muita labuta" foi convidado a entrar no prédio.

O presidente disse ainda que o Brasil não pode ter medo de dizer que é "nacionalista" quando concede auxílio a empresas afetadas pela valorização do real. Segundo ele, hoje, o país vive uma situação de um "excesso de dólares", e o governo tem que se preocupar com as empresas brasileiras que, por causa da desvalorização do dólar, têm dificuldades para competir no exterior.

O presidente observou que o governo tem aplicado políticas para ajudar essas empresas, mas argumentou que é preciso também convencer os empresários a investirem em inovação tecnológica.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.