i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Tributo sobre transações

Bolsonaro autoriza imposto que não eleve a carga. Mas impacto da “nova CPMF” é incerto

  • 04/08/2020 09:51
Não há certeza sobre o efeito da nova CPMF sobre a carga tributária.
Não há certeza sobre o efeito da nova CPMF sobre a carga tributária.| Foto: Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

O presidente Jair Bolsonaro parece ter sido convencido a levar adiante a ideia de criar um imposto sobre pagamentos, semelhante à antiga CPMF. No domingo (3), ele disse ter dado o aval para que o ministro da Economia, Paulo Guedes, debata, junto ao Congresso, a criação do novo imposto – desde que haja como contrapartida a redução ou extinção de outros tributos. "Não tem aumento de carga tributária, tem para substituir imposto. Se for aumentar, pessoal não aguenta mais pagar imposto, não", disse.

Por conta da Lei de Responsabilidade Fiscal, o Executivo não pode abrir mão de receitas sem diminuir suas despesas. Além disso, o governo sofre de falta de recursos. É improvável, portanto, que a criação do novo tributo implique em redução da carga tributária. A relação inversa, porém, não é verdadeira: não há garantias de que a nova CPMF não irá aumentar o peso da tributação sobre a sociedade brasileira.

Uma das razões da incerteza é a forma como o próprio governo está conduzindo o debate. Até agora, o Ministério da Economia encaminhou ao Congresso apenas a primeira etapa da proposta da reforma tributária, que unifica PIS e Cofins na Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS). As outras alterações, entretanto, permanecem como balões de ensaio.

"Não há como opinar sem dados. Por ora, temos vários projetos de reforma tributária no nível do faz de conta", diz José Roberto Afonso, professor do Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP). "Como sou um técnico, só posso opinar quando mostrarem os textos legais e, sobretudo, os dados e simulações", completa.

Embora defenda o tributo sobre transações desde o início do governo, Guedes até hoje não apresentou um estudo consolidado sobre seus custos e benefícios. Agora, o Ministério da Economia prepara um trabalho para mostrar que tributar movimentações financeiras é menos danoso à economia do que a contribuição sobre a folha de pagamentos, tributo que o governo quer baixar. Segundo "O Globo", a ideia é rebater críticas de que o imposto seria inflacionário e regressivo, pesando mais sobre pobres que ricos.

No discurso político, quem é contra o novo imposto afirma categoricamente – mas também sem apresentar simulações, a exemplo do que faz o governo – que ele vai elevar a carga de tributos.

"Não é apenas aumento da carga tributária. Tem todo o impacto negativo na economia de um imposto parecido com a CPMF", disse o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), na segunda (3), ao ser questionado por jornalistas sobre as declarações de Bolsonaro na véspera.

Em entrevista ao jornal "Valor", o relator da reforma tributária na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), também ligou um imposto sobre transações a um aumento no peso dos tributos. "Não defendo aumento de carga tributária. É um princípio que defenderei com toda força", disse.

Nova CPMF socializa conta que, hoje, é dos empregadores

O imposto sobre pagamentos vem sendo gestado pela equipe econômica como uma forma de desonerar ao menos parte da folha de salários. Por enquanto, o governo tem divulgado que o novo tributo terá alíquota entre 0,2% e 0,4%, o que possibilitaria uma arrecadação de pelo menos R$ 120 bilhões por ano.

A conta não fecha: com tão pouco não é possível desonerar toda a folha de salários – o que custaria, pelo menos, R$ 320 bilhões por ano, segundo cálculos da Instituição Fiscal Independente, ligada ao Senado Federal. Assim, a nova CPMF serviria para desonerar apenas uma parte dos tributos pagos por empresários na contratação de funcionários com carteira assinada. Na proposta de alíquota de 0,2%, o governo afirma que seria possível zerar a contribuição previdenciária sobre um salário mínimo e reduzir de 20% para 15% a alíquota que incide sobre as demais remunerações.

O aumento ou não da carga tributária vai depender de como a nova CPMF irá se encaixar no quebra-cabeças dos impostos brasileiros. Mas, se a proposta for levada adiante dessa forma, uma coisa é certa: o novo tributo irá fazer com que todos acabem pagando a conta que hoje está nas mãos dos patrões.

"Ter uma contribuição alta sobre a folha é ruim, ninguém discorda disso. A questão é quem vai fazer o pagamento dessa conta. A CPMF reduz a carga tributária do empregador e joga para a sociedade", diz Leonardo Alvim, professor do Insper.

Segundo ele, além disso, para que a nova CPMF arrecade o montante que vem sendo esperado pelo governo, a tendência é de que a alíquota incida sobre um número importante de transações. "Se compararmos com o que já existiu, fica claro que teríamos que ter uma base mais ampla do que aquela de antigamente para chegar à arrecadação que vem sendo anunciada", completa Alvim.

Para Bernard Appy, diretor do Centro de Cidadania Fiscal e autor de uma proposta de reforma tributária em discussão na Câmara (a PCE 45), o projeto do governo troca um imposto ruim por outro.

"A discussão de desonerar a folha é importante e precisa ser feita. Por outro lado, achamos que um imposto sobre transações financeiras é de qualidade muito ruim", disse ele em entrevista à Gazeta do Povo no ano passado. "Toda a literatura internacional entende que isso não é um bom imposto, que tem um impacto negativo sobre o crescimento."

Primeira fase da reforma não altera carga tributária, segundo o governo

Sobre a primeira fase da reforma tributária do governo, por outro lado, já há mais detalhes – afinal, o Ministério da Economia já apresentou o texto completo para apreciação do Congresso. Na justificativa do projeto, o governo afirma, com base em estudo da Receita Federal, que a Contribuição sobre Bens e Serviços (originária da unificação de PIS e Cofins) é neutra, ou seja, não aumenta nem diminui a carga tributária.

Mesmo assim, alguns setores já reclamam de um possível aumento da tributação, especialmente porque nem todos poderão fazer o abatimento dos créditos previstos na nova legislação. A princípio, o setor de serviços seria o mais penalizado pois, de forma geral, gasta mais com pessoal do que com insumos.

"Tudo isso vai acabar sendo descarregado no preço de serviços e mercadorias. Ou seja, a tributação vai continuar sendo regressiva e o aumento da carga vai acabar penalizando mais quem tem menos renda", avalia João Eloi Olenike, presidente executivo do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT).

Ele defende que, antes da reforma tributária, o governo leve adiante a reforma administrativa, buscando diminuir gastos. "Só então seria possível fazer uma reforma tributária de verdade. O que estamos vendo é uma tentativa de simplificação, que sempre esbarra no quesito arrecadação. O governo precisa arrecadar muito, então não pode fazer uma reforma em que haja redução da carga tributária", completa Olenike. Mas a reforma administrativa, que o ministro Guedes queria ter enviado ao Congresso ainda no fim de 2019, foi barrada por Bolsonaro. O texto só será apresentado em 2021, segundo o presidente.

Leonardo Alvim, do Insper, por outro lado, pondera que o repasse de um possível aumento da carga tributária ao consumidor vai depender da dinâmica de cada setor. "Economicamente é impossível saber o quanto isso tudo vai influenciar no preço. Alguns setores, por exemplo, conseguem simplesmente jogar um aumento nos produtos. Outros não conseguem, especialmente os de serviços mais supérfluos", diz o professor.

Conteúdo editado por:Fernando Jasper
31 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 31 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • J

    JJP

    ± 7 horas

    todo governo no Brasil é filho da fruta, só quer sugar o contribuinte para sustentar as mordomias da elite do congresso, judiciário, tribunais de contas, mp, todo esse bando de sangue sugas.... auxílio moradia, jatinho, férias de 80 dias. é tudo farinha do mesmo ****, tudo lorpa, tudo filho da fruta!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • C

      carlos

      ± 11 horas

      Esse comentário foi removido por não estar de acordo com os Termos de Uso.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • D

        Destemido

        ± 11 horas

        Chega de imposto, já pagamos uma alta carga tributária. E o que é pior: a contrapartida se da na forma de corrupção, enriquecimento ilícito, privilégios únicos, mordomias. Chega disso. Achem outra solução. Vendam as estatais, reduzam o número de políticos pela metade, cortem os altos salários do judiciário, acabem com as festas regadas a lagostas e caviares....

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • F

          Filatelista

          ± 19 horas

          Não se trata de mais um imposto, é pior, esse tipo de tributo é nocivo. Testado e reprovado no Brasil e no mundo. A grande vantagem dele: cômodo e barato para arrecadar. Tributos que dão certo têm como base consumo, renda e patrimônio. Não sou eu a dizer isso, são os especialistas, no Brasil e no resto do mundo. Essa ideia fixa do Marcos Cintra, felizmente já demitido do governo, contaminou Paulo Guedes.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • D

            Dilbert

            ± 20 horas

            É muito estranho aparecer quem defenda esse imposto comentando que aumenta renda e emprego e de que vai pegar sonegadores (pura falácia, o artigo demonstra que é um imposto regressivo, ruim para a economia e aumenta a desigualdade social). Parece discurso pronto, pois são usados argumentos grotescos, sem noção tributária alguma. Típico de quem recebe ordens para repassar textos preparados por certo gabinete...

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • R

              Rogério R

              ± 22 horas

              O impostos que serão eliminados (PIS e COFINS) são em cascata e oneram exclusivamente o setor produtivo que gera a riqueza do país. O novo imposto amplia base e REDUZ O CUSTO DE PRODUTOS além de aumentar EMPREGO e RENDA. Perdem os especuladores, bancos, importadores, setores não produtivos e principalmente os CORRUPTOS, SONEGADORES e AFINS pois o novo imposto serve também para mapear o fluxo de moeda. Por isso este imposto é realmente inteligente, pois além de fomentar a produção ajuda a polícia a prender bandidos. Este é o REAL MOTIVO pelo qual muita gente (principalmente políticos) é contra o imposto! Por sinal aqui tem vários, em pânico e atirando pra todo lado!!!

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • A

                AMAURI

                ± 24 horas

                É melhor o "gado" jair fazendo rastro.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • L

                  Luca

                  ± 1 dias

                  Aumento de impostos, criação de impostos etc, só serve pra uma coisa: aumento do salário dos servidores. Pra quem acha que esse aumento de arrecadação servirá para investimento, esqueça!

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • M

                    Murilo Iglesias de Almeida

                    ± 1 dias

                    Eu gostaria de conhecer a opinião dos favoráveis à proposta do governo... a gazeta parecer ter opinião contrária e busca corroborar através de opiniões no mesmo viés contrário. Achei estranho um deles afirmar que "Toda a literatura internacional...", isso me parece um exagero retórico.

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    • S

                      salcutrim

                      ± 1 dias

                      Sou a favor de uma CPMF - se desonerar a folha de pagamentos, a cpmf é muito bem vinda. Sera um imposto justo, onde quem ganha menos paga menos e quem ganha mais paga mais. Vai liberar as empresas para gerar mais empregos, pois com dinheiro em caixa, elas vao investir na produção e com isso contratar mais pessoal. Teremos produtos melhores e mais baratos e gerando assim mais renda e mais arrecadaçao. Se o Brasil desonerar a folha e criar a CPMF, tenho certeza que a economia cresce, o que nao vale é criar mais um imposto sem acabar com os outros. Nosso sistema tributario mata a economia. Devemos mudar urgente.

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      1 Respostas
                      • F

                        FB

                        ± 23 horas

                        Gostaria muito de saber onde você tirou que quem ganha menos será onerado menos. É um imposto cumulativo regressivo de TRANSAÇÕES financeiras. Ele atinge em cheio os mais pobres, que não tem como poupar, e verão o custo do imposto repassados em cima dos produtos básicos que necessitam para viver, pois quem mais faz transações financeira SÃO EMPRESAS, não pessoas de classe média e ricos (que jogam o excedente de sua renda em aplicações e deixam por anos sem movimentar), e essas empresas repassarão o imposto acumulado por TODA A CADEIA no valor final dos produtos. O "0,2%" em uma cadeia de uma cadeia de fornecimento longa para um produto complexo irá vira "30%" cumulativo fácil.

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                    • F

                      FB

                      ± 1 dias

                      Certo, povo reclamando que isso vai onerar consumo. Vamos lá, só é possível onerar três coisas em qualquer sistema de impostos: produção, consumo ou renda. Escolhe. Você, de mimimimimi reclamando que essa CPFM maldita irá onerar consumo aceita então que seja aumentado para 50% sua alicota de imposto de renda como na Suécia? Você que não quer que nem consumo e nem renda seja onerado, aceita destruir as empresas do Brasil onerando produção, falindo o setor de serviços inteiro e a industria, e pouco que será produzido no Brasil custando 5 vezes mais que hoje, com duas vezes o valor do produto em imposto? SOMENTE EXISTE UMA SOLUÇÃO REAL: REDUZIR O GASTO DO GOVERNO DEMITINDO REDUZINDO O ESTADO.

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      • W

                        WILSON ZETI

                        ± 1 dias

                        Com o Jair nas mãos dos deputados, eles que podem barrar um pedido de cassação, e nas mãos do judiciário, pelos crimes dele e da família, nunca será encaminhado um projeto de reforma administrativa que reduza direitos destes deputados, juízes, promotores, policiais e outros.

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                        • F

                          F TOSIN

                          ± 1 dias

                          Se é assim, Por quê em janeiro de 2019, em uma das primeiras canetadas do governo, foram alteradas as tabelas do SIMPLES FEDERAL , e aumentadas as alíquotas em torno de 59%. Este aumento das alíquotas foi um dos maiores da história do Brasil e atingiu diretamente as micro e pequenas empresas e principalmente a imprensa brasileira ficou muito quieta, provavelmente por algum favor....

                          Denunciar abuso

                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                          Qual é o problema nesse comentário?

                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                          Confira os Termos de Uso

                          • A

                            Alcir Carlos Sereni

                            ± 1 dias

                            em primeiro lugar se o discurso é de não aumentar a carga tributária, pastaria trocar a base de calculo do imposto, isto é, o Imposto sobre produtos Industrializados IPI, ao invés de incidir sobre o produto fabricado incide sobre o valor de venda. A contribuição para seguridade social que incide sobre os salários pagos passará a incidir sobre o valor de venda do produto. Simples assim. a CPMF não deu certo porque não foi eliminação de tributos, era 50, e este imposto foi o 51. assina contador a 35 anos.

                            Denunciar abuso

                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                            Qual é o problema nesse comentário?

                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                            Confira os Termos de Uso

                            • E

                              Eden Lopes Feldman

                              ± 1 dias

                              Tributos são complexos no Brasil, mas o fato é que grande parte da carga tributária incide sobre o consumo, onde algo como 85% dos brasileiros com menor renda são taxados. Se esta nova CPMF vai desonerar ou não a folha de pagamento, não sei, mas o que seria interessante é discutir tributos que desonerem esta população mais pobre, certo? Mas isto está nas mãos dos estados com o ICMS. Que nem querem iniciar a discussão, pois apenas querem trocar o nome para IVA. E ninguém fala em acabar com a famosa substituição tributária. Reportagem deveria ser mais ampla. E muita gente no Brasil, repórteres, comentaristas e críticos comentando sem entender a cadeia tributária brasileira.

                              Denunciar abuso

                              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                              Qual é o problema nesse comentário?

                              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                              Confira os Termos de Uso

                              • A

                                Armando

                                ± 1 dias

                                Gazeta arruma a pagina ..sei que estão com falta de pessoal.

                                Denunciar abuso

                                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                Qual é o problema nesse comentário?

                                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                Confira os Termos de Uso

                                • R

                                  Rogério R

                                  ± 1 dias

                                  É o imposto mais eficiente e inteligente que existe, mas na globozeta a informação não interessa, o que interessa é atacar o Presidente! Temos o melhor Ministro da Economia da História (o melhor do mundo no momento), uma equipe técnica competentíssima (fez do Brasil exemplo para todo o mundo no combate aos efeitos do chinavirus), temos os estudos desenhando o caminho para a reforma mais urgente para o Brasil, mas a palpitarista da gazeta não consegue entender o desenho, então pensando ser a raínha da sabedoria e da verdade, escreve que todos são um bando de idiotas: Ou seja: Minha ignorância; sua incompetência! Quem quiser reportagens com informação leia a Revista Oeste!!! revistaoeste.com

                                  Denunciar abuso

                                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                  Qual é o problema nesse comentário?

                                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                  Confira os Termos de Uso

                                  8 Respostas
                                  • R

                                    Rogério R

                                    ± 22 horas

                                    Freitas: O impostos a serem eliminados (PIS e COFINS) também são em cascata e oneram exclusivamente o setor produtivo que gera valor. O novo imposto amplia base e REDUZ O CUSTO de produtos além de aumentar emprego e renda. Perdem os especuladores, bancos, importadores, setores não produtivos (que não geram riqueza) e principalmente os CORRUPTOS, SONEGADORES e AFINS pois este imposto serve também para mapear o fluxo de moeda. Por isso este imposto é realmente inteligente, pois além de fomentar a produção ajuda a polícia a prender bandidos. Este é o REAL MOTIVO pelo qual muita gente é contra o imposto (aqui tem vários em pânico atirando pra todo lado). Claro que este não é o seu caso, certo???

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                  • F

                                    Freitas

                                    ± 1 dias

                                    Dilbert: Falando francamente: se não fosse o Botafogo, sequer teríamos a reforma da Previdência. Botafogo é que conseguiu toda articulação política para conseguir os votos necessários.

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                  • D

                                    Dilbert

                                    ± 1 dias

                                    Ri muito com o “melhor ministro do mundo”. O Guedes ficou rico fazendo negociatas com fundos de pensão em um banco de reputação duvidosa e ainda há quem ache que ele presta. Na verdade ele só quer arrecadar mais para se salvar, já que não fez nada do que prometeu aos donos da grana na Faria Lima e ainda tem uma crise gigantesca nas mãos para lidar sem ter a menor capacidade, e ainda com um presidente populista que só pensa em se reeleger. O imposto que ele quer é horroroso e aumenta a desigualdade, mas “e daí“?

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                  • F

                                    Freitas

                                    ± 1 dias

                                    Brasil, um exemplo no combate ao corona.... Eita....

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                  • F

                                    Freitas

                                    ± 1 dias

                                    Rogério R: "É o tipo de imposto que incide em "cascata" e quanto maior a cadeia produtiva maior o impacto Quem paga a conta é o "pato" do contribuinte, o comprador final. Por esta razão, os países mais desenvolvidos econômica, financeira e intelectualmente, não o adotam. Se fosse uma beleza, todos já teriam adotados o tal "imposto inteligente"."

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                  • F

                                    Freitas

                                    ± 1 dias

                                    Rogério R: É o tipo de imposto que incide em "cascata" e quanto maior a cadeia produtiva maior o impacto e quem paga a conta é o pato do contribuinte, o comprador final. Por esta razão, os países mais desenvolvido econômica, financeira e intelectualmente, não o adotam. Se fosse uma beleza, todos já teria adotados o tal "imposto inteligente".

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                  • R

                                    Rogério R

                                    ± 1 dias

                                    Freitas: Parece que você considera este "argumento" inteligente, certo? Então o fato de as menores nações não utilizarem deveria avalizar o imposto? E todo o debate deveria se resumir a oque já é usado nas "maiores nações"? Parabéns!!! Continue em este tipo de "raciocínio científico" e em breve você será palpitarista oficial da globozeta!!!

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                  • F

                                    Freitas

                                    ± 1 dias

                                    É tão inteligente que "as maiores nações do mundo" utilizam esse tipo de tributação... rssss

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                • A

                                  Armando

                                  ± 1 dias

                                  O país quebrado e vão aumentar os impostos.

                                  Denunciar abuso

                                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                  Qual é o problema nesse comentário?

                                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                  Confira os Termos de Uso

                                  • S

                                    STF

                                    ± 1 dias

                                    Políticos já são malabaristas. Agora para explicar aumento de impostos eles se superam!

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                    • P

                                      Paulo

                                      ± 1 dias

                                      Ele autorizou a criação de imposto q nao aumente a carga tributaria... Conversa para boi dormir. Mais uma vez Bolsonaro mostra que é apenas mais um no meio dos mesmos.

                                      Denunciar abuso

                                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                      Qual é o problema nesse comentário?

                                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                      Confira os Termos de Uso

                                      • M

                                        Marcelo Faria

                                        ± 1 dias

                                        Quais países no mundo possuem imposto nos moldes da CPMF? Venezuela, Colômbia e Argentina. Por que o resto do mundo não tem? É imoral e injusto Pobres vão pagar imposto. Qualquer camelô hoje em dia tem maquininha e conta em banco. Eles vão pagar. Por que não cortar primeiro os gastos do Estado, diminuir seu tamanho, acabar com mordomias, privatizar, unificar regras de previdência (todos pelo INSS), unificar legislação trabalhista (todos CLT), acabar do foro privilegiado, etc? Já trabalhamos 153 dias para pagar impostos. Chega! #DigaNaoaCPMF

                                        Denunciar abuso

                                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                        Qual é o problema nesse comentário?

                                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                        Confira os Termos de Uso

                                        • F

                                          Freitas

                                          ± 1 dias

                                          Perfeito. Um passarinho (aquele que falava com Hugo Chavez) me contou que, com a CPMF, a carga tributária cairá drasticamente. Será uma queda tão drástica que decepará a cabeça dos pobres contribuintes brasileiros.

                                          Denunciar abuso

                                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                          Qual é o problema nesse comentário?

                                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                          Confira os Termos de Uso

                                          Fim dos comentários.