Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado aprovou ontem projeto que permite ao trabalhador faltar ao emprego até 30 dias por ano para cuidar do filho doente que tenha até 12 anos. A proposta altera a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) ao tornar legal a falta sem desconto no salário do empregado. Agora, o projeto vai ser analisado pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado e depois pelo plenário da Casa. Ele já foi aprovado pela Câmara. Para que a falta seja abonada, o trabalhador deve comprovar a necessidade de faltar o trabalho com um atestado ou laudo médico.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]