i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Mercado financeiro

Dólar opera em baixa em dia de feriado nos EUA

Mercados norte-americanos não funcionam nesta sexta. Bolsas da Ásia terminam sem direção comum após dados dos EUA

  • PorG1/Globo.com
  • 03/07/2009 07:13

O dólar começou em baixa nesta sexta-feira (3), dia que pode ser de pouco movimento nos mercaados por conta do feriado nos Estados Unidos. Por volta das 9h45, a moeda norte-americana caía 0,05%, para R$ 1,951.

Nesta manhã, as bolsas de valores da Ásia terminaram sem direção comum nesta sexta-feira (3), após fracos dados de emprego nos Estados Unidos reduzirem esperanças de recuperação econômica.

As vendas no varejo da zona do euro (16 países europeus que compartilham a moeda) caíram 0,4% em maio ante abril e recuaram 3,3% ante maio do ano passado, segundo dados da agência de estatísticas Eurostat divulgados nesta sexta-feira, superando a previsão de economistas de queda de 0,2% e 2,7%, respectivamente.

Quinta-feira

O dólar comercial inverteu o movimento da véspera e fechou em alta ante o real nesta quinta-feira (2), acompanhando um cenário externo mais pessimista depois da divulgação de dados sobre emprego nos Estados Unidos. No fechamento, a moeda americana teve alta de 1,19%, fechando a R$ 1,952 para a venda.

"Na realidade, hoje o mercado (de câmbio) seguiu o movimento lá de fora. Os números de desemprego nos Estados Unidos vieram piores que o esperado e isso mexeu com o dólar aqui", avaliou Francisco Carvalho, gerente de câmbio da Corretora Liquidez.

O Departamento do Trabalho dos Estados Unidos anunciou nesta quinta-feira o corte de 467 mil postos de trabalho em junho. Isso interrompeu uma tendência de quatro meses de desaceleração das demissões. Com isso, a taxa de desemprego subiu para 9,5%, a maior em 26 anos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.